Do alho ao salmão, listamos 10 alimentos que ajudam a aumentar sua imunidade

Em tempos de novo coronavírus, também conhecido por COVID-19, há quem se engane pensando que essa doença funciona como uma simples gripe ou resfriado. Independentemente de se adquirir ou não, é importante consumir os alimentos que aumentam a imunidade. Além de, manter bons hábitos saudáveis.
Isso porque a probabilidade de morte causada por esse problema não se aplica apenas aos grupos de risco, compostos por idosos, crianças e portadores de doenças crônicas. Mas também às pessoas com sistema imunológico enfraquecido.

| Saiba mais em CORONAVÍRUS: Cuide bem da sua saúde, saiba como se prevenir

Sabendo disso, nós da equipe Jornal Nippak pesquisamos alguns dos alimentos que aumentam a imunidade e um pouco mais. Proporcionando um maior conhecimento para a prevenção de gripe, resfriado e outras doenças. Incluindo o COVID-19. Confira mais a seguir.

Tipos de alimentos que aumentam a imunidade

Tipos de alimentos que aumentam a imunidade

Quando falamos sobre imunidade, nos tratamos do sistema de defesa localizado no corpo de diversos animais. Esse que, apesar de natural, é fortalecido por meio da alimentação saudável constituída por diversas fontes de nutrientes e vitaminas.
Sendo assim, para evitar a queda do sistema imunológico e manter uma excelente saúde e bem-estar, é indicado ingerir:

Frutas cítricas: devido dispor de uma grande quantidade de vitamina C e ser essencial a diversos tecidos do corpo. Contribuindo à saúde da pele, unhas, cabelo, ossos, músculos e tendões. Além de fortalecer e energizar o organismo;
Vegetais verdes escuros: conhecidos por fornecer fibras e uma variedade de vitaminas capazes de prevenir o Alzheimer, inflamações e o enfraquecimento do sistema imunológico;
Fonte de ferro, vitaminas e ômega-3: completamente diferentes, entretanto essenciais. Podem ser as carnes, feijão e peixes;
Oleaginosas: ou seja, vegetais, frutos secos e sementes com alto teor de óleo e gordura insaturada. Consideradas saudáveis desde que consumidas com moderação. Uma vez são ricas em proteínas, vitaminas B e C e alguns nutrientes, evitando diversas doenças, como problemas cardiovasculares, respiratórios, câncer e diabetes.

De modo geral, esses são o básico dos alimentos que aumentam a imunidade. Visto que são o estímulo para o bom funcionamento do nosso sistema imunológico. Esse que a todo momento deve ser munido de proteínas, vitaminas e demais nutrientes.

10 principais alimentos ao sistema imunológico: O que deve ser consumido com frequência durante a pandemia

Principais alimentos que aumentam a imunidade

Agora e sempre, manter uma vida saudável e segura é essencial para combater o mal que aflige toda humanidade. Portanto, você deve ter em mente que prevenir o coronavírus por meio alimentação é um dos poucos hábitos a se ter a partir de então.
Para tanto, não é necessário correr atrás de suplementos, remédios ou até mesmo alimentos de alto valor. Basta consumir com frequência algumas das comidas com maior teor nutritivo. Veja abaixo os mais sugeridos.

1. Laranja

A laranja é a fruta cítrica mais citada, porém não a única, quando falamos sobre alimentos que aumentam a imunidade. Sendo esse grupo composto também por morango, limão, abacaxi e maracujá.
Seu poder contra resfriados, gripes e coronavírus se deve devido possuir uma função antioxidante. Ou seja, por meio da obtenção da vitamina C, o organismo terá suas células saudáveis protegidas contra os radicais livres (moléculas danificadas à procura de elétrons encontrados nas células).
Dessa forma, sendo a laranja o principal alimento que aumenta a imunidade, busque tomar mais suco dessa fruta. Assim, você estará:

⦁ Melhorando sua memória;
⦁ Evitando doenças respiratórias;
⦁ Hidratando seu corpo e prevenindo as pedras nos rins;
⦁ Reduzindo risco de câncer;
⦁ Aumentando seu bom humor.

Além de atrasar o envelhecimento, contribuir com o bom funcionamento da tireoide e dos olhos. Então por que não começar a tomar um copo de suco de laranja por dia a partir de hoje?

2. Alho
O alho é um dos ingredientes indispensáveis em qualquer receita que se preze. Contudo também é muito conhecido devido à sopa de alho, receita antiga para a melhoria de gripes e resfriados.
Esse fato acontece por causa da sua composição, constituída por zinco, vitaminas, alicina e selênio. Eficientes no tratamento de diversas doenças inflamatórias e/ou infecciosas. Ajudando também contra:

⦁ Doenças mentais;
⦁ Envelhecimento precoce;
⦁ Problemas de pressão e colesterol.

Sua função medicinal é tanta que é possível encontrá-lo em forma de cápsulas. Algo pouco recomendado, uma vez que inserir esse tempero ao seu cardápio é simples e rápido.

3. Gengibre
Assim como o alho, o gengibre é um grande aliado no tratamento de doenças infecciosas e inflamatórias. De modo a ser indicado nos cuidados à garganta irritada e demais sintomas da gripe.
No gengibre, é possível encontrar vitaminas B6 e C. O que auxilia também como um analgésico e demais funções, como:

⦁ Antioxidante, semelhantemente à laranja. Garantindo um bom fortalecimento do sistema imunológico;
⦁ Anticoagulante, evitando problemas de pressão alta;
⦁ Digestiva, auxiliando no funcionamento do pâncreas e emagrecimento. Algo muito desejado por todos, principalmente agora durante a quarentena. Período que mais nos faz comer do que realizar dieta e atividades físicas.

Uma boa ideia para a utilização desse ingrediente é o uso em molhos ou mesmo a preparação de um chá. Preparado apenas com água fervente e gengibre ralado mantido por 5 a 10 minutos na panela. Você pode também acrescentar outros ingredientes, por exemplo: maçã, canela, limão e morango.

4. Brócolis
Dentre os vegetais verdes escuros, os brócolis são um dos preferidos. Sendo inseridos em diversas receitas ou consumidos em saladas, no seu estado cru. São famosos pela sua riqueza em minerais, vitaminas e fibras. Esses que são capazes de:

⦁ Combater o câncer e problemas cardíacos;
⦁ Controlar o colesterol;
⦁ Ajudar no emagrecimento e na desintoxicação;
⦁ Fortalecer o sistema imunológico, eliminando os radicais livres.

Para tanto, o mais indicado é comer cru ou cozinhar na panela com pouca água, para que assim mantenha grande parte dos seus nutrientes.
Caso contrário, em qualquer outro tipo de receita, embora você não deixe de adquirir os benefícios dos brócolis, estará perdendo uma boa parte.

5. Tomate
Aquele que confunde muitas pessoas entre sua definição de fruto ou legume. Na realidade, o tomate é um fruto devido às sementes em seu interior, da mesma forma que a abobrinha e o pimentão.
Esse fruto é composto por diversos nutrientes, como licopeno, ácido fólico e colina, e vitaminas, como a A e os complexos B e C. De modo que são importantes à:

⦁ Visão;
⦁ Combate ao câncer, principalmente o de próstata. O que explica o fato de ser recomendado principalmente aos homens;
⦁ Destruição dos radicais livres, protegendo as células sadias;
⦁ Melhora na saúde do cabelo, pele e ossos.

Seu melhor preparo para que o licopeno realize sua função antioxidante é o cozimento. Podendo ser utilizado em molho ou sopa.
Entretanto, você pode também consumir como suco ou cru em saladas.

6. Feijão
Uma das maiores vantagens de comer feijão é devido ser considerado uma ótima fonte de ferro. Evitando, principalmente, a anemia.
Apesar disso, estando diariamente na mesa de muitos brasileiros, esse alimento fornece também vitaminas do complexo B, cálcio, ácido fólico, magnésio, potássio e carboidratos. Protegendo a todos de:

⦁ Problemas cardíacos;
⦁ Colesterol desequilibrado;
⦁ Prisão de ventre;
⦁ Problemas durante as atividades físicas. Já que auxilia no relaxamento muscular.

Sua ingestão é mais eficaz juntamente a algum suco ou alimento rico em vitamina C. Como a laranja. Pois assim haverá uma melhor absorção de ferro.

7. Carne
Embora não pareça, a carne é um alimento que aumenta a imunidade, de forma semelhante ao feijão. Isso porque, é outro elemento rico em ferro, além de proteínas, fósforo e zinco.
Dessa forma, quando consumida de maneira moderada, auxilia em:

⦁ Reduzir o colesterol;
⦁ Equilibrar a glicemia;
⦁ Contribuir ao bem-estar, sendo mais vantajoso que o peixe e o frango, como uma espécie de antidepressivo.

Procure cozinhar ou fritar em água, para que assim diminua a ingestão de frituras e mesmo a perda de nutrientes.
Caso você seja vegetariano, é sugerido procurar um nutricionista, para que assim haja a substituição correta desse alimento por outro que contenha os mesmos nutrientes necessários.

8. Salmão
Inserido na categoria de fonte de ômega-3, o salmão é um dos peixes com maior teor desse composto. Contudo, saiba a forma correta de consumir, já que esse é um peixe extremamente gorduroso. Logo não deve ser ingerido em excesso.
Seu potássio, suas vitaminas, seu ômega-3 e sua proteína são ideias para a manutenção de uma vida saudável, prevenindo:

⦁ Doenças cardíacas;
⦁ Mal-estar, devido aumentar a quantidade de serotonina no organismo;
⦁ Perda de memória;
⦁ Inflamações ligadas às doenças crônicas, como diabetes.

Assim como a carne vermelha, o salmão deve ser feito com cuidado. Evitando o uso de óleo e preferindo grelhar em panela antiaderente, utilizando apenas a gordura natural do peixe.
Outra dica é manter apenas por pouco tempo no fogo, mantendo uma parte interior crua. O que garantirá também a retenção de boa quantidade dos nutrientes.

9. Castanha-do-pará
A castanha-do-pará é uma oleaginosa rica em zinco, vitamina E e selênio. Sendo assim, é capaz de aumentar nossa imunidade fortalecendo os linfócitos. Ou seja, anticorpos do sistema imunológico aptos a combater diversos elementos estranhos ao organismo.
Além dela, outras sementes indicadas são: amendoim, nozes, amêndoa, avelã, castanha de caju e pistache. Todas essas contribuem em:

⦁ Evitar o câncer, infartos, AVC e diabetes;
⦁ Controlar o colesterol;
⦁ Aumentar a massa muscular;
⦁ Auxilia no funcionamento de glóbulos brancos;
⦁ Previne problemas mentais, como perda de memória e Alzheimer.

Para isso, basta ingerir apenas uma dessas sementes ao dia. Sendo mais indicado na sua forma crua.

10. Shitake
Não menos importante e não tão fácil de ser encontrado nas casas brasileiras, o Shitake é um cogumelo do leste da Ásia que possui fibras e lentinano. Ambos responsáveis por diminuir a fome e aumentar a defesa do sistema imunológico.
Além disso, é ótimo contra:

⦁ Câncer;
⦁ Colesterol;
⦁ Enfraquecimento ósseo;
⦁ Doenças cardíacas.

Esteja atento apenas se você não é uma das possíveis pessoas a ter os efeitos colaterais. Embora esses sejam extremamente raros, são relacionados às alergias cutâneas, durante o preparo da refeição, ou digestivas.

Outras maneiras de aumentar sua imunidade
Principalmente agora em 2020, com a pandemia do novo coronavírus, a busca por alimentos que aumentam a imunidade tem sido grande. Porém essa não é a única forma de se proteger contra a doença.
Para melhorar seu sistema imunológico, você deve também:

Sempre manter a higiene correta já conhecida por muitos. Essa que envolve lavar as mãos ou utilizar álcool gel. Além de tomar banho assim que voltar da rua;
Consumir outros alimentos além dos já citados. Como por exemplo: própolis, lichia, iogurte natural, batata doce e beterraba;
Hidratar seu corpo diariamente. Saiba qual é a quantidade sugerida ao seu corpo, algo que varia de acordo com o gênero, peso e altura. Apesar disso, tenha como meta dois litros;
Realizar exercícios, porém sem exagerar. Isso porque, esse hábito ajudará no fortalecimento do sistema imunológico, além de evitar diversos problemas, como os cardíacos. Comuns em pessoas sedentárias;
Dormir bem. Sendo indicado no máximo 8 horas por dia, ou ao menos 6 a 7 horas. Pois dormir mal causa a queda da imunidade, além do bem-estar;
Evitar estresse e vícios. Principalmente agora que estamos em quarentena, ficar estressado e manter vícios como o tabagismo e a bebida não ajudará ninguém. Apenas diminuirá a resistência do seu organismo e aumentará sua ansiedade e demais problemas psicológicos.

| Veja mais em ONU aconselha cuidados com saúde mental em meio à pandemia de coronavírus

Sabendo de tudo isso, lembre-se que esses não são passos que irão lhe curar ou salvar do COVID-19. Mas sim etapas capazes de proteger o seu corpo e prevenir o problema.
Quais dessas dicas você já realiza? E quem mais precisa desse tipo de informação? A quem precisar, não deixe de compartilhar e mostrar que sua preocupação é grande consigo e com quem você ama.

Comentários
Loading...