WASHI-Ê: Com tema ‘Patrimônio Cultural’, 10ª Exposição acontece neste fim de semana

Tema da Exposição deste ano será “Patrimônio Cultural” (divulgação)

A professora Luiza Okubo e seu grupo realizam neste fim de semana (5 e 6), das 10 às 18 horas, no Salão de Convenção do Nikkey Palace Hotel, no bairro da Liberdade, em São Paulo, a 10ª Exposição de Washi-ê. O evento, que conta com apoio da Fundação Japão, apresenta como tema “Patrimônio Cultural”. A entrada é gratuita e haverá venda de trabalhos.
“A cada ano elegemos temas que possibilitem a exploração de aspectos ligados à cultura brasileira e japonesa. Para esta edição, a amplitude do tema possibilita contemplar vários setores da cultura de cada país”, explica Luiza, professora e coordenadora do evento e que se dedica à técnica há 30 anos.
Com base nesse tema, tanto os integrantes do grupo de washi-ê como os convidados especiais da exposição expressaram suas artes.

Tema serviu de inspiração para artistas de washi-ê e outras artes (divulgação)

O grupo de washi-ê, por exemplo, realizou um trabalho coletivo nos temas “Frevo” e “Gagaku”, considerados Patrimônio Cultural e Imaterial da Humanidade pela Unesco.
Além das técnicas de washi-ê, o evento reunirá exposições e oficinas de oshibana-ê, oshi-ê, sumi-ê, cerâmica, origami, kirigami, shodô, orinuno, papel kozo, ilustração e papel artesanal, permitindo aos visitantes conhecer um leque abrangente das artes japonesas.
“Será uma oportunidade de conhecer e vivenciar as técnicas de cada modalidade, com mais profundidade”, explica a professora Luiza, lembrando que, anual, a exposição começou pequena e assumiu proporções que nem mesmo ela imaginava.
“A partir da quinta edição começamos a agregar também outras artes para, ao mesmo tempo dar oportunidade para outros artistas e também como forma de enriquecer e valorizar ainda mais a cultura japonesa”, explica Luiza,
As oficinas são gratuitas, com vagas limitadas e abertas ao público, conforme a programação abaixo. Para participar, os interessados deverão se inscrever previamente, no dia do evento. Como as vagas são limitadas, será respeitada a ordem de chegada.
“Encerramos, assim, um ciclo de atividades coerente com os objetivos da exposição”, finaliza a professora.

10ª Exposição de Washi-ê: Patrimônio Cultural
Quando: Dias 5 e 6 de outubro, das 10h às 18h
Onde: Nikkey Palace Hotel (Rua Galvão Bueno, 425, Salão de Convenção – Liberdade)
Entrada franca
Mais informações:
Celular: (11) 99700-4214 (Luiza Okubo) ou
e-mail: luizaokubo@hotmail.com

O que é washi-ê?
Washi-ê é a arte que utiliza papéis artesanais japoneses, confeccionados com as fibras das plantas Kozo, Mitsumata e Gampi, sendo as duas últimas atualmente em extinção. Segundo a professora Luiza Okubo, o Japão está importando a matéria-prima do Paraguai devido ao clima. No Brasil, conta, existe uma pequena produção de papel artesanal a partir da planta de kozo pelo M emorial kimura, de Maringá (PR). Em versões brasileiras, pode ser produzido a partir de sisal, ananás, bananeira, cana, entre outras plantas nacionais.
O Washi-ê explora as diferentes texturas, cores e nuances dos papéis desfiados, dobrados e justapostos, resultando em não apenas quadros, mas também em objetos de decoração, como luminárias, leques, porta-joias, bolsas, cartões e muitos outros.
“Buscamos ressaltar e valorizar a beleza do próprio papel, que transmite sensações de leveza, maciez e calor humano”, afirma a professora Luiza Okubo.

PROGRAMAÇÃO DE OFICINAS (15 vagas por oficina – Idade mínima: 7 anos)

5 de outubro (sábado)

Sala 1

10h30 às 11h30 – Oshi-ê (Mi Oshiro)
12h às 13h – Sumi-ê (Jacira Fujihara)
15h às 16h – Oshibana-ê (Alice Imai)
16h30 às 17h30 – Kirigami (Naomi Uezu)

Sala 2

10h30 às 11h30 – Washi-ê (Luiza Okubo)
12h às 13h – Origami (Tereza Yamashita)
15h às 16h – Orinuno (Thaís Kato)
16h30 às 17h30 – Shodô (Maki Suzuki)

6 de outubro (domingo)
Sala 1

10h30 às 11h30 – Oshi-ê (Mi Oshiro)
12h às 13h – Sumi-ê (Jacira Fujihara)
15h às 16h – Oshibana-ê (Alice Imai)
16h30 às 17h30 – Kirigami (Naomi Uezu)

Sala 2

10h30 às 11h30 – Washi-ê (Luiza Okubo)
12h às 13h – Origami (Claudia Tamaki)
15h às 16h – Orinuno (Thaís Kato)
16h30 às 17h30 – Shodô (Maki Suzuki)

Comentários
Loading...