Roberto Takashima conquista bicampeonato no Torneio Brasileiro Oshosen de shogi

47º Torneio Brasileiro Oshosen, realizado no Bunkyo, reuniu 88 participantes, sendo 63 crianças (divulgação)

Com organização da Associação Brasileira de Shôgui (presidida por Kunio Yoshida), foi realizado no dia 18 de maio o 47º Torneio Brasileiro Oshosen no prédio do Bunkyo. Contando com a participação de 63 crianças e 25 adultos, o campeão do torneio foi Roberto Takashima, que havia vencido a edição no ano passado. Nos dias 24 e 25 de agosto, no 72º Torneio Brasileiro Meijinsen, foi anunciada a vinda do 9º dan Teruichi Aono e de Toshiro Kobari, presidente da filial de Tóquio da Federação de Shogi do Japão.
Roberto Takashima aprendeu a jogar shogi durante as atividades culturais na cidade de Isesaki, em Gunma, onde morava como decasségui. Apesar de não conseguir ler os livros de estudos, pois seu nível de japonês era apenas para conversação, ele melhorou suas habilidades no shogi pela prática. Atualmente, mora em Belém e trabalha com compra de pimenta-do-reino e cacau.
Vencedor da edição anterior do evento, Roberto Takashima conseguiu o bicampeonato este ano. Ele relatou sua impressão após o torneio: “Fiquei feliz com a vitória. É importante não abandonar o shogi e os negócios em tempos difíceis”.
Os participantes do torneio infantil, em sua maioria, foram de alunos das aulas de xadrez ministradas por Juliana Kamata. Além do xadrez, as crianças aprendem também a jogar o shogi dobutsu.
O jogo consiste em um pequeno tabuleiro com 3×4 casas, uma modalidade de shogi desenvolvida para crianças no Japão. As regras básicas são as mesmas do shogi comum, mas as peças são ilustradas com animais: o rei é o leão e o peão é o pintinho. Dessa forma, crianças que não conseguem ler kanji podem praticar o jogo se divertindo.
Segundo Juliana, muitas escolas de xadrez estão ensinando o shogi dobutsu. Para o torneio de agosto, convidou alunos de outras escolas, preparando-se para receber mais de 200 pessoas no torneio.
O 9º dan Teruichi Aono, que virá ao Brasil para o Torneio Brasileiro Meijinsen de agosto, foi ganhador por duas vezes do Prêmio Kozo Masuda, que premia táticas ou aberturas inovadoras de shogi. Ele também foi presidente da Federação de Shogi do Japão entre 2007 a 2010 e, atualmente, continua a atuar como jogador profissional.
Entusiasta em divulgar a cultura do shogi no exterior, é presidente da ONG “International Shogi Popularization Society”. A vinda ao Brasil foi por sugestão do embaixador japonês Akira Yamada, membro da diretoria da organização. Teruichi Aono comentou: “Estou ansioso para conhecer os praticantes de shogi do Brasil”.

Confira os vencedores de cada categoria

Categoria dobutsu:
Sub 8 masculino:
Alberto Kenji Abi
Sub feminino:
Isabella Miya Campos
Sub 10 masculino:
Dyla Omori
Sub 10 feminino:
Rafaela Tassi

Categoria shogi:
Sub 10: Kisho Kawahara
Sub 12: Breno Bittar
Acima de 13 masculino:
Tiago G
Acima de 13 feminino:
Flavia Ayumi

Categoria adulto:
1 º e 2 ºdan: Yoshihiko Yamamoto
3º dan: Hiroshi Kojima
4º dan: Makoto Shibata
Oshosen: Roberto Takashima

Comentários
Loading...