PIRACEMA – de novembro a fevereiro do ano que vem

Neste período, ocorre a restrição da pesca amadora e profissional com a finalidade de garantir a perpetuação das espécies e a renovação dos estoques pesqueiros.

Divulgação

Iniciou no dia 1º de novembro de 2019 e segue até 28 de fevereiro de 2020, o período de defesa da reprodução natural dos peixes, denominado Piracema, conforme preconiza o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente é dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). O descumprimento das recomendações caracteriza crime ambiental.
É proibida a captura de espécies da fauna ictiológica da região, como corimba, piau, traíra, barbado, dentre outros, sendo permitida a pesca, na quantidade máxima de dez quilos mais um exemplar por pescador amador, de espécies que não são provenientes da Bacia do Paraná, como corvina, tilápia, tucunaré, zoiudo e carpa.
É permitida a utilização de iscas de peixes vivos, desde que oriundas de criações e acompanhadas de nota fiscal ou nota do produtor. É vedada a pesca subaquática bem como o uso de materiais perfurantes como arpão, arbalete, fisga e lança.

Denúncias

Eventuais denúncias podem ser feitas por telefone ou pessoalmente nos quartéis da Polícia Militar Ambiental e através dos telefones 0800 113560 (Disque Ambiente) e 0800 0555190 (Disque PM).

Comentários
Loading...