Palestrantes do Talk 2019 destacam importância de se investir na educação e valorização da ética

(Jiro Mochizuki)

Realizado pelos jovens do Nippon Country Club (NCC) no Salão Nobre do clube, em Arujá (SP), no último dia 8, o Talk 2019 – evento composto por palestras de grandes personalidades que contam suas trajetórias inspiradoras de superação e empreendedorismo – trouxe em sua sexta edição o presidente da Honda América do Sul e chefe de Operações na Honda Motor Co Ltd., no Japão, Issao Mizoguchi, e o empreendedor Minolu Camicado – fundador da Rede Camicado –, que contaram um pouco sobre sobre suas experiências. Na Arena Talk, participação de três influenciadores digitais – Beto Estrada, Mauro Nakada e Dora Figueiredo – com mediação de Denize Savi.
Na plateia, jovens – cerca de 600 alunos de 14 escolas públicas do Estado de São Paulo – e convidados, como o presidente do NCC, Valter Sassaki; o cônsul geral do Japão em São Paulo, Yasushi Noguchi; o presidente do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), Renato Ishikawa; o presidente da Fundação Kunito Miyasaka, Roberto Nishio, e representantes das quatro entidades beneficiadas pelo ingresso social: Dirce Shimomoto (Sociedade Beneficente Casa da Esperaçança – Kibô-no-Iê), André Korosue (Associação Pró-Excepcionais Kodomo-no-Sono); Mario Toda (Yassuragui Home) e Sunao Sato (Assistência Social Dom José Gaspar “Ikoi-no-Sono”).
Na abertura, Valter Sassaki agradeceu a presença dos convidados e da plateia e destacou que o Talk oferece uma oportunidade ao público de “aprender ouvindo cases de sucessos que vão impactar e inspirar futuras lideranças, pois estamos precisando de pessoas melhores”. “Para isso, temos que dar ferramentas para os jovens aprenderem”, afirmou Sassaki.
Presidente da Fundação Kunito Miyasaka, Roberto Nishio lembrou que a entidade completará 21 anos em outubro e desde sua fundação vem atuando em parceria com entidades nipo-brasileiras, apoiando e patrocinando importantes projetos.
“A FKM acredita nos jovens e por isso achamos importante apoiar iniciativas como essas”, disse Nishio, destacando que a Fundação tem como principal marca o Parque Ecológico Imigrantes (PEI). O cônsul Yasushi Noguchi também parabenizou os jovens do NCC pela feliz iniciativa e elogiou a atuação da Honda no país.

Um dos idealizadores do Talk, Erik Nakandakare e Minolu Camicado (Fotos Jiro Mochizuki e Aldo Shiguti)

Lista de casamento – Quem abriu o bloco de palestras foi o empresário Minolu Camicado. Fundador da Rede Camicado em 1980 – vendida em 2011 para as Lojas Renner – Minolu contou como, sem ensino superior, chegou a comandar 30 lojas espalhadas por todo o Brasil. Contou desde seu trabalho como feirante – que o fez um exímio comprador de legumes – até a aquisição de sua primeira loja, em 1980. Especializada em produtos para cama, mesa e banho, Minolu Camicado conta que uma das coisas que ajudou a impulsionar o crescimento da rede foi a “lista de casamento”, que veio a agregar mais clientes.
De 1984 a 1996, contou que entrou para o ramo de pneus e a Sopneus chegou a ficar entre as cinco maiores redes do setor no país. “Vendíamos em média 66 mil pneus por mês”, disse ele, afirmando que se considera um ‘caxias’ (conforme o dicionário, pessoa que cumpre com extremo escrúpulo as obrigações do seu cargo).
E deixou dez dicas para empreeder: 1) trabalhar muito; 2) ter visão e objetivos; 3) investir o resultado no próprio negócio; 4) expandir somente quando o negócio já estiver consolidado; 5) cercar-se de bons colaboradores; 6) em caso de sociedade, ter sempre bem definidas as funções de cada um; 7) comunicação: manter todos informados sobre os objetivos; 8) usar capital próprio, preferencialmente; 9) na incerteza, espere o melhor momento e 10) não investir sob risco.

Valter Sassaki entrega lembrança para Issao Mizoguchi (Fotos Jiro Mochizuki e Aldo Shiguti)

Bons relacionamentos – Nascido em São Bernardo do Campo (região do ABC paulista), Issao Mizoguchi ingressou na Honda em 1985 e teve como principal desafio formar uma área de Engenharia, que ainda não existia, na na área de Reengenharia das atividades da Honda no Brasil. Após esta fase foi transferido para Manaus, onde permaneceu durante 25 anos, passando pelas áreas de Qualidade, Engenharia, Planejamento Industrial e Produção. Em 2009 assumiu a vice-presidência Comercial da Honda Automóveis do Brasil e em 2012 foi nomeado vice-presidente da Honda South America e Presidente da Moto Honda da Amazônia Ltda.
Dois anos depois, em 2014, passou a assumir a Presidência da Honda South America Ltda. e o posto de chefe de Operações na Honda Motor Co Ltd., no Japão, tornando-se o primeiro executivo estrangeiro a liderar as operações de um dos seis blocos de negócios da empresa.
Como Chefe de Operações do bloco América do Sul, é responsável pelas atividades de produção e vendas de motocicletas, produtos de força e automóveis no continente.
Deixou, como mensagem lições como “nunca depender dos outros”, ou seja, “não espere que os outros façam por você”; “ter bons relacionamentos”; “ter sempre moral e ética”; “agradecer sempre os pais” e que “o excesso de proteção acaba criando pessoas sem atitude”.

Os apresentadores e coordenadores do Talk 2019 (Fotos Jiro Mochizuki e Aldo Shiguti)

Equipe – Disse também que é importante saber trabalhar em equipe. “O que me ajudou muito foi minha equipe. Por outro lado, sempre procurei tratar meus funcionários como se fossem membros da minha família”, afirmou Mizoguchi que, respodendo às perguntas da plateia, disse que nunca sonhou em chegar onde chegou. “Na verdade, sempre tentei fazer as coisas da melhor forma possível. O resto foi consequência”, respondeu, revelando que a fase mais difícil que passou foi justamente montar um departamento em Manaus. “Quase todo mundo ia embora”, lembrou ele, acrescentando que, para contornar a situação, procurou formas de promover a integração entre todos os funcinários para manter a equipe sempre mobilizada.
No final, Valter Sassaki destacou a diversidade das palestras e disse que tirou pelo menos duas lições das apresentações. “A primeira, o quanto é importante investir na educação e no aprendizado. E aprendizado não só aquele das faculdades, mas se a pessoa não for proativa, não for em busca de algo dificilmente conseguirá atingir seus objetivos. E segundo, que é preciso tewr respeito, ter ética, ter honestidade, enfim, valores para que possamos construir uma sociedade melhor”.

Valter Sassaki e o cônsul com demais convidados (Fotos Jiro Mochizuki e Aldo Shiguti)

Aquisição – Antes de assistirem as palestras, os convidados e parceiros do Talk assistiram apresentações do vice-diretor Social Bruno Minami e da coordenadora da Academia do Furuto, Ana Beatriz Kotinda. Na oportunidade, Valter Sassaki, também falou sobre a aquisição do antigo clube do Banco de Tokyo, localizado no município de Arujá – distante apenas cerca de 1,5 km do Nippon. Sassaki explicou que uma das prioridades é construir no local mais um campo de beisebol e reformar o alojamento, que terá capacidade para acomodar entre 200 e 300 pessoas.
“Apesar da crise que o país atravessa, temos conseguido crescer graças a ajuda dos voluntários, diretores e associados”, destacou Sassaki, acrescentando que a filosofia do Nippon é investir nas crianças e jovens.

A Arena Talk, com Dora Figueiredo, Bruno Estrada e Mauro Nakada (Fotos Jiro Mochizuki e Aldo Shiguti)

Balanço – Até esta sexta edição, já tinham passado pelo Talk 26 palestrantes. Entre eles, destaques para Hélia Pinto, a Fofão, ex-atleta de vôlei e tri-medalhista olímpica; Robinson Shiba, fundador da China in Box e participante do Shark Tank Brasil; Chieko Aoki, fundadora e presidente do Blue Tree Hotels; Guga Stocco, executivo de empresas como Microsoft, Buscapé e Banco Original; Marcelo Tas, jornalista, roteirista e apresentador de TV; Tonico Novaes, diretor geral da Campus Party Brasil; além de youtubers de sucesso como Pyong Lee, Joyce Kitamura, Tata Estaniecki e Albano Barros. Além disso, foram beneficiadas 19 entidades assistenciais e arrecadados 15 toneladas de alimentos.

Comentários
Loading...