Oito anos de tsunami no Japão

Não me lembro o que aconteceu na semana passada, mas me lembro com total exatidão o que aconteceu há 8 anos. Onde eu estava, e como foram os dias seguintes.

Parecia que eu estava vivendo um filme…

E falo com toda a certeza do mundo que, essa tragedia mudou a minha vida. Claro que não só a minha, mas no caso aqui é a minha coluna com o meu relato.

Minha vida divide-se em antes do tsunami e depois do tsunami.

A melhor decisão minha e dos meus amigos foi a de unirmos forças e irmos para as áreas atingidas. Chegar lá e ver aquela cena foi transformador, porque foi exatamente naquele momento que nos demos conta de que não temos problemas.

Somos felizes!

E é aí que ocorre a transformação dos meus pensamentos, parei de reclamar e passei a agradecer. Até mesmo os problemas, pois entendi que passar por tal problema me faria forte. Isso tudo foi a lição que Tohoku me passou, quando fui voluntariamente para lá.

O Japão faz com que vivemos em extremos. A excelência em segurança mas a eminência em terremotos e outras catástrofes naturais.

Moro há 20 anos no Japão, e há 8 anos que parei de reclamar.

Minha vida se transformou, e a dos meus amigos que me acompanharam em Tohoku também. E olha que não foi fácil para eles, pois eles foram vítimas de uma enchente em Ibaraki e perderam tudo. E mais uma vez estávamos juntos para enfrentarmos tudo, juntos!

Eu amo morar no Japão, e agradeço por tudo o que passei. Até os maus momentos, pois todo o meu conhecimento e a minha bagagem de vida, eu consegui no Japão.

E a cada ano, no mês de março, eu vou ter que escrever um artigo para relatar aos meus leitores que, pode passar o tempo que for, o meu coração vai carregar as lembranças do que aconteceu, para sempre.

 

 

Comentários
Loading...