O Festival Kitsuwa, cada vez mais atraente, animado…e com emoção!

Foi realizado no dia 5 de maio, o 7º Festival de Música Kitsuwa, no auditório da Associação Shizuoka Kenjin do Brasil, localizado na Rua Vergueiro, 190 – Liberdade, São Paulo.
Diferentemente dos concursos de karaokês, trata-se de um evento em que os cantores cantam ao vivo, acompanhados da Banda Kitsuwa, o que implicaria em vários ensaios prévios com todos os cem cantores dessa edição. Mas não. De tão harmônica é a banda, composta apenas por membros da família Kitsuwa – oito ao todo – , que apenas um ensaio foi suficiente para todos.
Por isso, alguns cantores que não puderam vir ao único ensaio, mas por conhecerem a banda, não se preocuparam com isso. “Sensei. Não poderei ir ao ensaio, mas vou cantar no Ongakusai. Com essa maravilhosa banda nota 1000 da família Kitsuwa, vou cantar sem ensaio mesmo!”, foi o que um dos cantores postou no grupo whatsapp da banda.
Após o último ensaio, à noite, a própria profª Yasue Kitsuwa publicou, exausta, que tinham ensaiado, nesses dois dias, os quase cem cantores. Uma proeza!

Banda Kitsuwa (Silvio Sano)
Banda Kitsuwa (Silvio Sano)

Por não se tratar de concurso não havia comissão de jurados, mas Setsuko Kawai, Tereza Kato, Reiko Watanabe, Takahata Shoji, Fusako Hara, prestigiaram o evento, sendo que Tereza e Reiko, juntamente com Tadashi Watanabe, também apresentador nesse dia, apresentaram-se no Show dos Professores.
“Hoje estou muito feliz por essa realização, principalmente pela presença de jurados, e mais meus principais valores que são os alunos e os amigos”, afirmou Kitsuwa, agradecida.
Segundo a programação, o evento foi dividido em seis blocos de cantores, mais apresentações de alunos de teclado da profª Sanae Kitsuwa, assim como do Coral Kitsuwa.
Nos primeiro e segundo blocos foram quinze cantores em cada, todos adultos. No terceiro, também com quinze, apenas crianças.

Apresentadores (Silvio Sano)
Apresentadores (Silvio Sano)

À Abertura Oficial subiram ao palco, além das professoras Yasue e Sanae, Eiji Ito e Joji Izumi, representando a UPK, as professoras Setsuko Kawai, Tereza Kato e os coordenadores do evento, Mauro e Miriam Nakai.
Após o almoço, foi a vez da apresentação dos alunos de teclados.
“Nossa escola já tem dez anos, onde ensinamos teclado, mas também partitura. 100% dos nossos alunos sabem lê-la”, revelou, Kitsuwa
A seguir, veio o Show dos Professores. E dando sequência, mais quinze cantores do Bloco 4.
Depois, a vez da apresentação do Coral Kitsuwa.
Quatro cantoras, como estímulo, cantaram com karaokê.
Prosseguindo, em sequência, cantaram os demais cantores dos Blocos 5 e 6, encerrando assim o evento.
Mas preocupada com a boa repercussão que seu Festival está tendo, tornando-se cada vez mais atraente aos que gostam de cantar, a professora Yasue fez questão de ressaltar que, “como o Festival nasceu mais para poder apresentar seus alunos ao público, sem muita confiança no início, tendo receio de convidar cantores de fora, torcia para que eles se convidassem”. “Por isso, conto com a compreensão dos que dele ainda não participaram, para que se convidem ao próximo”, concluiu com seu conhecido e simpático sorriso.

Homenagem Kikuti Etsuko (Silvio Sano)
Homenagem Kikuti Etsuko (Silvio Sano)

Homenagem à Kikuti Etsuko – Logo após a seção em karaokê, um momento de emoção pela homenagem póstuma da Banda Kitsuwa à professora Kikuti Etsuko, que fora muito ligada à mesma, principalmente à professora Yasue, além de muito amiga de quase todos os presentes nesse dia. Para isso, convidou o saxofonista Takayuki Hayashi, seu marido, para tocar uma música, de sua escolha, para homenageá-la com a banda, que optou por “Sen no kaze ni natte”. Emocionou a todos, desde o diálogo entre ambos até o auge quando finalizou sua apresentação.
(Silvio Sano, especial para o Jornal Nippak)

 

Comentários
Loading...