‘Noite de Miyazaki’ e Cerimônia com governador marcam os 70 anos da Associação Miyazaki

Autoridades japonesas, diretores e convidados na cerimônia dos 70 anos (Aldo Shiguti)

Dois grandes acontecimentos marcaram as comemorações dos 70 anos de fundação da Associação de Beneficência e Cultura Miyazaki. Nesta segunda-feira, 26, na Japan House São Paulo, realizado pela província de Miyazaki, a “Noite de Miyazaki em São Paulo” contou com a presença do ministro da Agricultura, Floresta e Pesca do Japão, Takamori Yoshikawa, do governador Shunji Kouno, e do vice-presidente da Assembleia Legislativa de Miyazaki, Hiromi Yamashita, além de uma comitiva que esteve no Brasil para participar dos festejos.
A “Noite de Miyazaki”, que reuniu ainda o cônsul geral do Japão em São Paulo, Yasushi Noguchi, o presidente da Japan House São Paulo, Marcelo Araujo, além de presidentes de entidades nipo-brasileiras, entre eles Renato Ishikawa, presidente da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social (Bunkyo); Yasuo Yamada, presidente do Kenren (Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil), e Eduardo Yoshida, presidente da Aliança Cultural Brasil-Japão, entre outros, teve como objetivo divulgar os atrativos da província de Miyazaki.

Ministro da Agricultura esteve na Noite de Miyazaki (Aldo Shiguti)

Boi de Miyazaki – Para falar sobre a província, o governador Shunji Kouno proferiu uma palestra em que apresentou os encantos de Miyzaki, uma provincia “relativamente quente e de clima ameno”. Com uma população de pouco mais de 1 milhão de habitantes, tem uma área seis vezes maior que São Paulo e é ideal para a prática de esportes como surfe e esqui. De 7 a 15 de setembro, por exemplo, Miyazaki será palco do Campeonato Mundial de Surfe, que contará, inclusive, com a presença do brasileiro Gabriel Medina.
A gastronomia é outro ponto forte de Miyazaki, que vem ganhando espaço no cenário mundial com o destilado “shochu” e o “boi de Miyazaki”. Em entrevista ao Jornal Nippak, o governador disse que Miyazaki é a segunda maior provincia em quantidade de cabeças de gado – com cerca de 250 mil das 1.683.000 criações (fica atrás apenas de Kagoshima) – mas é a primeira em qualidade.
Sobre a famosa carne de “wagyu” de Miyzaki, Kouno explicou que ela é a “número um” pois em cinco campeonatos para eleger a melhor carne wagyu do Japão, o de Miyazaki ganhou o prêmio máximo em duas categorias em três campeonatos. Nâo à toa, ela também é preferida pelas celebridades de Hollywood – foi servido na festa de premiação do Oscar – e atualmente é exportada para para países como Estados Unidos, Tawain e Hong Kong.
Segundo o governador, a carne do boi de Miyazaki tem tudo para agradar o paladar dos brasileiros já que a a qualidade da gordura é excelente, ou melhor “derrete na boca”.

(Aldo Shiguti)

Imigração – O ministro da agricultura do Japão, Takamori Yoshikawa, que esteve no Brasil para participar da 4ª edição do Diálogo Brasil-Japão, parabenizou a Associação Miyazaki pelos 70 anos e destacou que, em sua estadia em São Paulo, visitou o Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil – onde conheceu um pouco mais sobre a trajetória dos imigrantes – e o Memorial em Homegagem aos Imigrantes Pioneiros Falecidos, no Parque do Ibirapuera. “Fiquei impressionado com a hsitória dos pioneiros”, afirmou, antes de se retirar.

Corte do bolo de aniversário (Aldo Shiguti)

Cerimônia – Um dia antes, no domingo, dia 25, a comitiva japonesa participou da Cerimônia Comemorativa dos 70 Anos de Fundação da Associação de Beneficência e Cultura Miyazaki realizada no Sindicato dos Eletricitários de São Paulo, no bairro da Liberdade.
A programação teve início com a celebração de uma missa em homenagem aos antepassados e em seguida foi feito um minuto de silêncio. O coordenador da Comissão Organizadora do 70º Aniversário, Hisahiro Inoue, declarou aberta a cerimônia.
Primeiro a discursar, o presidente da Associação Miyazaki, Tatsuya Takeshita, lembrou que a entidade foi fundada há 70 anos pelos pioneiros com o objetivo de conversar em seu dialeto. “Apesar destas pessoas já não estarem mais entre nós, a herança deixada por eles está sendo preservada pelos seus descendentes”, disse Takeshita, afirmando que, “para que nós pudéssemos chegar até aqui, foi indispensável a colaboração e compreensão da nossa província no Japão”.

Governador entrega presente a Takeshita (Aldo Shiguti)

Jovens – Segundo ele, com ênfase na formação de recursos humanos, em 1966 teve início o sistema de bolsa da provincia, seguidas de estágio nas indústrias e também na agricultura. “São cerca de 300 jovens brasileiros que participaram destes programas e essa é a força que constitui a nossa prosperidade de hoje”, afirmou Takeshita, esclarecendo que “esse sistema continua até hoje e anualmente enviamos quatro jovens para o Japão”. “Quero aproveitar esta oportunidade para agradecer pessoalmente ao governador”, disse o presidente, que solicitou aos jovens e veteranos para que reconheçam os estudos e estágios proporcionados pela província e deem continuidade ao trabalho da associação.
“Nós, descendentes de Miyazaki, apesar de estarmos em um país antípoda, do outro lado do mundo, jamais nos esquecemos da província mãe”, afirmou Takeshita.
O governador Shunji Kouno conquistou os presentes ao iniciar seu discurso em português: “Bom dia a todos, meu nome é Shunji Kouno, governador de Miyazaki. Muito prazer em conhecê-los”, disse, para felicidade dos presentes. Depois, em japonês, lembrou que os primeiros provincianos vieram de Kawaminami, há 105 anos, e desde então, 250 mil japoneses vieram para o Brasil. “Da nossa provincia são cerca de 4 mil que vieram para cá”, afirmou o governador, acrescentando que visitou o Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil onde conheceu de perto o esforço, a dedicação e o trabalho dos imigrantes japoneses e o esforço para se integrasse à sociedade brasileira.

Governador recebeu uma camisa dos bolsistas (Nikkey Shimbun)

Homem do campo – “Soube que a associação conta com cerca de 300 associados e posso dizer que é a maior associação de provincianos de Miyazaki no exterior”, afirmou o governador. Kouno comentou ainda que a província de Miyazaki tem uma tradição histórica e mitológica por ter sido o berço do primeiro imperador do Japão.
O governador frisou que atualmente a imigração é um problema mundial e nesse aspecto, hoje o Japão sofre com envelhecimento da sociedade e com a baixa natalidade. “Então, o Japão se prepara para receber um determinado número de estrangeiros que mudará um pouco a fisionomia da sociedade japonesa no futuro. Imagino que o exemplo dado pelos imigrantes japoneses possa ser uma referência para que possamos receber bem estes trabalhadores”, explicou Kouno.
Representando o presidente da Assembleia Legislativa, o vice-presidente, Hiromi Yamashita observou que nasceu em 1949 e no dia 12 de agosto também completará 70 anos, assim como a associação. Ele afdirmou que ficou feliz com a coincidência e citou outra caracteristica em comum com os imigrantes. “Sou formado no Colégio Técnico Agrícola e antes de ingressar na política dediquei 40 anos da minha vida à pecuária, especificamente na criação de vaca leiteira. Fiquei muito honrado em saber que inicialmente, os japoneses se dedicaram “a agricultura”, explicou Yamashita, que prometeu unir forças do poder legislativo e do poder executivo – representado pelo governador – e trabalhar para continuar colaborando com os provincianos de Miyazaki.
Na ocasião, foram prestadas diversas homenagens – do vereador Aurélio Nomura, da associação e do governo de Miyazaki.

Governador, autoridades japonesas, diretores com bolsistas e estagiários da associação de Miyazaki (Nikkey Shimbun)

Bolsistas e estagiários – Representando os bolsistas, Paulo Shiotsuki disse que participou do programa em 2013 e que nesta época ainda não dominava o idioma. “Mas graças aos amigos e acompanhado as diversas atividades pude me aprimorar”, afirmou, explicando que, no retorno, procurou se esforçar ao máximo para extrair o aprendizado e aplicar no Brasil. Nelson Hiramizu, de Tomé-Açu (PA), representando os estagiários, disse que trouxe ensinamentos valiosos do Japão, especialmente na área agrícola.

Cônsul, Marcelo, Telma, Kouno e Yamashita (Aldo Shiguti)

Samba – Apresentações de danças folclóricas, karaokê, demosntração de kendô com o professor Tadao Ebihara e integrantes da escola de samba Águia de Ouro encerraram o evento com chave de ouro. Na batida do samba, o governador e comitiva caíram na folia.
Apos a cerimônia, um grupo de ex-bolsistas e ex-estagiários se reuniram com Shunji Kouno para pedir a continuidade do intercâmbio. Na oportunidade, presentearam o governador com um camisa da seleção brasileira com o seu nome escrito nas costas.

Discurso de congratulações do Governador de Miyazaki, Shunji Kouno

Hoje, como representante da província de Miyazaki, gostaria de expressar minhas sinceras felicitações pela esplêndida comemoração dos 70 anos de fundação da Associação Beneficente e Cultural Miyazaki.
O tempo realmente passa rápido e faz 105 anos que o senhor Chozo Kai (natural de Kawaminami) desembarcou no Brasil, em 1914. Desde então, cerca de 250 mil japoneses, dentre eles quatro mil oriundos da província de Miyazaki, partiram de seu país natal e imigraram para o distante Brasil, um país com língua, cultura e costumes completamente diferentes do Japão, vivenciando dificuldades inimagináveis.
Em uma situação árdua como esta, os imigrantes japoneses, sem perder as esperanças e abandonar seus sonhos, conquistaram a confiança inabalável dos brasileiros por seus esforços incansáveis e integração. Gostaria de novamente apresentar meus respeitos à construção desta sólida posição.
A Associação Beneficente e Cultural Miyazaki possui, desde sua fundação em 1949, mais de 300 membros, contribuindo imensamente para as relações de amizade e ligando Miyazaki e o Brasil, além de ser a maior associação de nossa província fora do Japão.
Acredito que isso também se deve, a começar pelo presidente Takeshita, ao forte elo entre os senhores associados e ao grato entusiasmo por nossa terra natal, Miyazaki.
No Japão, entramos no “Golden Sport Years”, pois vários eventos esportivos de porte mundial serão realizados no Japão, começando pela Copa do Mundo de Rugby Union e pelos Jogos Olímpicos, que assumimos após a edição no Brasil. É uma grande oportunidade para promover os encantos de nossa província para o Japão e o mundo.
Ainda, as medidas que tomamos para fortalecer nossa província estão dando frutos: nossa carne Wagyu é servida há dois anos consecutivos na festa de premiação do Oscar e a produção de shochu é a maior do Japão por cinco anos consecutivos.
Impulsionado por esses bons ventos, quero que Miyazaki progrida ainda mais, ao mesmo tempo em que o resultado de vários esforços tome forma visível.
Como grandes simpatizantes de nossa província, peço aos senhores membros da Associação Beneficente e Cultural Miyazaki seu inestimável apoio e que sempre zelem por nós e pelo progresso de Miyazaki.
Com mais de 1,6 milhões de descendentes de japoneses e aos 110 anos da imigração japonesa no Brasil, aos poucos a terceira e quarta gerações se tornarão figuras centrais nas atividades (entre nossos países). Contudo, ouvi dizer que a conexão com o Japão se enfraquece a cada ano.
Diante dessa situação, nossa província tem realizado ações constantes para manter um longo intercâmbio entre os jovens de Miyazaki e do Brasil.
Soube que, para a realização deste evento, muitos ex-bolsistas se envolveram ativamente nos preparativos e tive a convicção de que esta cerimônia e as atividades entre Miyazaki e a Associação Beneficente e Cultural Miyazaki estão ligadas ao preparo dos jovens que serão responsáveis por esta associação no futuro.
Nesta ocasião pelos 70 anos de fundação da Associação Beneficente e Cultural Miyazaki, além de vários esforços realizados entre Miyazaki e o Brasil, influenciando a opinião dos jovens responsáveis pelo futuro (dessas relações), gostaria de construir um relacionamento ainda mais sólido com os senhores membros da Associação Beneficente e Cultural Miyazaki, considerando o futuro de nossos países.
Por fim, gostaria de expressar meus sinceros agradecimentos e felicitações aos membros do comitê executivo deste evento, que se esforçaram no planejamento e preparativos, assim como aos membros da associação que se dispuseram a vir de várias localidades do Brasil e aos senhores presentes hoje.
Muito obrigado.

25 de agosto de 2019
Governador da província de Miyazaki, Shunji Kouno

Comentários
Loading...