Nishimori preside Grupo Parlamentar Brasil-Japão da 56ª Legislatura; Kim Kataguiri é o 1º vice-presidente

Embaixador do Japão no Brasil, Akira Yamada, secretário das Relações Internacionais da Câmara, deputado Alex Manete, deputado Luiz Nishimori e deputado Arnaldo Jardim (divulgação)
Embaixador do Japão no Brasil, Akira Yamada, secretário das Relações Internacionais da Câmara, deputado Alex Manete, deputado Luiz Nishimori e deputado Arnaldo Jardim (divulgação)

Evento realizado no dia 10 de abril na residência oficial do embixador do Japão no Brasil, em Brasília, marcou o lançamento do Grupo Parlamentar Brasil-Japão da 56ª Legislatura da Câmara dos Deputados e apresentação da composição da diretoria. O Grupo será presidido pelo deputado Luiz Nishimori (PR-PR) e terá como vice-presidentes os paulistas Kim Kataguiri, do Democratas, na 1ª Vice-Presidência, Vitor Lippi, do PSDB, na 2ª Vice-Presidência e Herculano Passos, do MDB, na 3ª Vice-Presidência, além de Édio Lopes (PR-RR), como secretário geral, e a Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO), como tesoureira. No total, são mais de 200 membros.
Ao Jornal Nippak, Nishimori elogiou muito a formação do Grupo. Segundo ele, são todos deputados “comprometidos”. “Teremos muito trabalho”, afirmou.
O Grupo Parlamentar existe há quase 40 anos e nesse período vem colaborando e incentivando a relação bilateral entre os dois países principalmente no intercâmbio cultural, educacional, econômico, científico e tecnológico.
O governo japonês tem colaborado com o desenvolvimento do Brasil com inúmeros projetos e parcerias, como por exemplo o Programa Carajás que engloba três frentes, projeto de mineração, projetos agropecuários e ambientais e projetos de infraestrutura, O Projeto Usiminas voltado para siderurgia, a implantação da Cenibra para a fabricação de Celulose com tecnologia japonesa e o Programa Prodecer que promove o desenvolvimento do cerrado por meio de investimento agrícola – promovendo técnicas de cultivo de acordo com cada região.
Existe também o Programa de Assistência a Projetos Comunitários e Segurança Humana (APC) que utiliza o dinheiro a Fundo Perdido e é cedido como forma de incentivo para a compra de equipamentos educacionais, hospitalares e escavação de poços. O projeto tem ajudado o Brasil por meio de seus consulados instalados em Belém, Recife, Rio, São Paulo e Curitiba.
Em seu discurso Nishimori explicou a importância do Greupo. “Essa é uma parceria de grande sucesso, sempre costumo dizer que o Japão é o melhor parceiro do Brasil, nos ajudando com tecnologia e investimentos e o Brasil é o melhor parceiro do Japão, com a nossa abundância em matéria prima”, concluiu.

Presidente: Deputado Luiz Nishimori (PR-PR)
1º Vice-Presidente: Deputado Kim Kataguiri (DEM-SP)
2º Vice-Presidente: Deputado Vitor Lippi (PSDB-SP)
3º Vice-Presidente: Deputado Herculano Passos (MDB-SP)
Secretário Geral: Deputado Édio Lopes (PR-RR)
Tesoureira: Deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO)

Comentários
Loading...