Navegadora nikkei conquista o 4º título no maior rali das Américas

Em sua sétima participação, Minae tornou-se a única navegadora mulher a conquistar quatro títulos (Magnus Torquato)

Uma das mais edições mais desafiantes da história de 27 anos do Sertões, o maior rali das Américas, terminou no início do mês após passar seis estados (Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Tocantins, Piauí e Ceará) e aproximadamente 5 mil quilômetros em oito etapas. A competição aconteceu de 25/8 a 1/9 e, no meio do rali, o roteiro passou pelo temido Deserto do Jalapão (TO).
O desafio é grande, mas a superação e a vontade de completar a prova é maior e foi com essa garra, trabalho de equipe e estratégia, que o piloto Glauber Fontoura e a navegadora Minae Miyauti (equipe FD Rally Team) cruzaram a rampa de chegada em Aquiraz, no litoral cearense, como Campeões da categoria Production T2. A dupla conquistou o título a bordo de um novo carro da Mitsubishi Motors, a L200 Triton Sport R e, agora, é tetracampeã do Sertões – dois títulos na Super Production (2013 e 20140, um na Pró Brasil (2017) e um na Production T2 (2019). Vale destacar que todos os títulos foram conquistados com um carro da marca japonesa.

Espetacular – Em sua 7ª participação, Minae tornou-se a única navegadora mulher a conquistar quatro títulos na competição. “A edição foi espetacular. E nós tivemos que reaprender a fazer rali, porque trocamos de categoria e são novas descobertas e experiências. Estamos com orgulho de nosso desempenho neste Sertões”, comemora na navegadora nikkei.
“A nossa categoria era muito disputada, a cada dia foi uma luta, da primeira a última etapa foi de superação e sempre traçando estratégias”, conta Fontoura, que participou da prova pela 17ª vez. “A minha navegadora é muito boa, me ajudou bastante nessa conquista. Mas também tenho uma equipe maravilhosa que sem eles essa conquista não seria possível. Esse meu quinto título no Sertões quero dividir com todos da FD Rally Team”, completa o piloto pentacampeão da prova.
Não é tarefa fácil competir em um rali, vestir macacão, capacete e todos os equipamentos de segurança no calor escaldante do Centro-Oeste e Nordeste do Brasil e ficar até 9 horas dentro de um carro. Trata-se de uma prova de aventura, mas sobretudo de superação. “Aprendi a dosar a minha sede, tomar apenas alguns goles de água para também não precisar ir ao banheiro durante uma Especial (trecho cronometrado) e o meu corpo se acostumou”, explica Minae que tem a função se ser os “olhos do piloto”, pois é o navegador quem lê a planilha, que é distribuída todas às noites, e faz a interpretação do terreno para o piloto.
A navegadora descreve a sensação da vitória. “É emocionante, não é nossa primeira vitória, mas a gente corre como se fosse a primeira vez, é indescritível completar um rali como o Sertões e chegar ainda como campeões. Tivemos problemas mecânicos todos os dias, mas Deus sempre estava com a gente, nossa equipe sempre batalhando e o Glauber foi um guerreiro. Tivemos que nos adaptar com essa mudança de categoria, inclusive minha navegação também passou por ajustes. Mas tudo valeu a pena e estou muito feliz”, finaliza Minae.

O piloto Glauber Fontoura e a navegadora nikkei Minae Miyauti durante a premiação (MSuzuki Comunicação)

Mais mulheres – Apesar de ser um esporte dominado por homens, as poucas mulheres do grid vão fazendo história. A FD Rally Team (Facebook e Instagram @equipefdrallyteam) foi pelo terceiro ano consecutivo, a maior equipe do Sertões com 12 carros e 4 UTVs com 100 pessoas, sendo 32 competidores e 68 do staff (mecânicos, engenheiros, eletricistas, chefe de equipe, motoristas, cozinheiros, fisioterapeuta e até cabeleireira). Vale destacar que também é a equipe com maior número de mulheres competidoras. Além de Minae Miyauti mais quatro navegadoras Fernanda Tonani, Marcia Guerra, Rafaela Folleto e Maidy Chaim e a única piloto mulher da categoria carros, Sandra Dias.

Resultado Final
Sertões 2019 (25/8 a 1/9)

Categoria Production T2

1º Glauber Fontoura e Minae Miyauti #311 (39h38min29s)

2º Paulo Cesar Bertolini e Anderson Bertolini #337 (41h58min59s)

3º Bruno Van Enck e Edu Costa #343 (45h48min57s)

4º Carlos Castro e Ivo Mayer #331 (47h03min59s)

(Por Mércia Suzuki/MSuzuki Comunicação que fez a cobertura da 27ª edição do Sertões)

Comentários
Loading...