Na Festa de Flores e Morangos, Saulo Pedroso reforça apoio para a obras do Parque Ecológico de Atibaia

(Aldo Shiguti)

“Esse sonho da Associação Hortolândia de Atibaia, de um dia poder realizar esta festa em seu próprio espaço, será realizado também com o nosso esforço, com nossa dedicação e com o trabalho da nossa adminstração, seja articulando recursos para a associação viablizar este investimento, seja dando condições para que o parque tenha acesso e infraestrutura adequados para receber este belísimo evento que cresce a cada ano e a cada edição que passa recebe mais turistas, pessoas que vem para conhecer não só a festa mas também todo belissimo trabalho que a nossa cidade está proporcionando no dia de hoje”. A declaração foi dada pelo prefeito de Atibaia, Saulo Pedroso de Souza, no último dia 30, durante a cerimônia de abertura da 39ª Festa de Festa e Morangos, que prossegue até o próximo dia 22 de setembro, no Parque Edmundo Zanoni (sempre as sextas, sábados e domingo).
Segundo o prefeito, a Festa de Flores e Morangos é uma das mais importantes de Atibaia e região. “É uma festa organizada com muito carinho por integrantes do poder público municipal em parceria com diversas entidades. Estou muito feliz por estar à frente deste trabalho pelo sétimo ano consecutivo e contribuindo para a realização desta festa”, destacou Saulo, que aproveitou para fazer uma cobrança em tom de desabafo à classe política.

O prefeito de Atibaia, Saulo Pedroso reflexão (Aldo Shiguti)

Desabafo – “Estamos em um ano ímpar, um ano em que a festa não é tão prestigiada pela classe política porque não é ano de eleição. Infelizmente a gente não tem oportunidade de ter hoje deputados que aparecem aqui durante a realização da festa e assumem compromissos em ano eleitoral, com promessas de ajudar não só reealizar a festa mas também de cuidar da nossa cidade, afinal de contas, a festa reflete a importância e o apoio do nosso produtor e as lideranças politicas nesses momentos são importantes, pois elas nos ajudam a cuidar da cidade e dar condições para que gente possa oferecer uma qualidade de escoamento para o nosso produtor, fazendo a pavimentação e manutenção de diversas ruas e potencializando o turismo e a agricultura”, disse o prefeito, acrescentando que “hoje a gente não tem oportunidade de tê-los aqui, a não ser aqueles que sempre fizeram parte da história do nosso dia a dia, como o deputado Santiago e o ex-prefeito Flavio Callegari”. Saulo também convidou o público a fazer uma “reflexão”.
“É importnate refletir sobre isso porque esse cenário um dia precisa mudar”, disse Saulo, que ao Jornal Nippak voltou a destacar que está em seu sétimo ano comandando a Prefeitura e “a gente só encontra aqui a classe politica, os lideres regionais e os líderes do Congresso no periodo eleitoral”.

Reflexão – “A sobrevivência da agricultura, não só do Estado de São Paulo, mas do país como um todo e, em especial nos municípios, depende de apoio, de investimento, de atenção e de relacionamento do Ministério da Agricultura, Ministério do Turismo e das Secretarias de Estado com as cidades para que possamos dar condições para o produtor escoar mercadorias. E para isso nós precisamos de recursos, de contato, de acesso. Essas pessoas [políticos] visitam o parque e a festa em período eleitoral, prometem um monte de coisas e depois não nos ajudam. Então, aqui, no dia de hoje, que é um ano impar, como costumo dizer, ou seja, que não é ano de eleição, estão pessoas que, independente de período eleitoral, realizam a festa e cuidam e trabalham para o desenvolvimento da cidade”, disse, acrescentando que, “quem sabe um dia nós não teremos oportunidade de ter alguém que seja da essência da nossa terra, que conheça a nossa realidade e possa representar nossos produtores”.
O prefeito destacou ainda que a Festa de Flores e Morangos de Atibaia “é um momento onde temos oportunidade de refletir sobre os dois principais produtos que produzimos aqui, que são as flores e o morango, e que acabam sendo uma alavanca para o turismo da cidade.

O presidente da Associação Hortolândia de Atibaia, Nelson Yoshida, discursa durante a abertura (Aldo Shiguti)

Turismo – “A festa também é importante porque, neste momento de agradecimento, de encontro dos produtores, que é a realização da festa, a gente tem oportunidade de transformá-la numa grande vitrine da cidade para que as pessoas que visitam o parque tenham oportunidade não só de conhecer a festa mas conhecer também que cidade é essa que realiza essa festa e que recebe tão bem as pessoas”, disse o prefeito.
Ao Jornal Nippak, ele destacou que, “isso tem um impacto indireto no desevolvimento da cidade não só naquilo que a gente colhe em termos de arrecadação com a realização da festa e potencialização da produção das flores e dos morangos mas também com as pessoas que têm intersse de conhecer a cidade”.
“Nós já tivemos oportuidade de ouvir relatos de pessoas que vieram para conhecer a festa, conheceram a cidade e acabaram escolhendo nosso município para morar e trabalhar”, conta Saulo.

Início – Tsutomu Mitsuiki, presidente do Sindicato Rural de Atibaia, lembrou que, “tudo teve início nos anos 60, quando um grupo de produtores já almejava elevar o nome de Atibaia no cenário nacional e internacional como a cidade das flores e dos morangos”. “No início, a festa não era relizada anualmente, o que passou a acontecer a partir de 1991, ano da criação da Associação Hortolândia de Atibaia”. Mitsuiki lembrou ainda que em 1992 foi adquirido uma propriedade onde estão sendo realizadas obras para a futura festa de flores e morangos e agradeceu todos os ex-presidentes da Associaçao Hortolândia, “mas principalmente o atual, Nelson Yoshida e sua equipe, pois sei dos esforços para que a próxima seja realizada em local próprio”.

O cônsul geral do Japão visitou a festa pelo segundo ano (Aldo Shiguti)

Orgulho – O cônsul Yasushi Noguchi, que participou pelo segundo ano consecutivo da cerimônia da abertura da Festa de Flores e Morangos de Atibaia, afirmou que, “como cônsul geral de São Paulo, estou muito orgulhoso desta contribuição da comunidade nikkei para melhorar a sociedade de Atibaia”. “E também estou muito feliz em constatar que esta festa é tão querida e admirada pelo povo brasileiro e que recebe muitos visitantes”. Desta maneira, é possível divulgar a cultura japonesa para mais pessoas”, disse o cônsul, que convidou os presentes a ficarem “atentos” na culinária japonesa presente na festa.
Segundo ele, Atibaia é muito importante para o governo japonês porque tem uma comunidade japonesa muito grande e ativa. E lembrou que este ano, Brasil e Japão passam por mudanças. No Japão, com a abdicação do imperador Akihito e ascensão de Naruhito ao trono e, consequentemente, a mudança da era Heisei para a Reiwa, e, no Brasil, com a posse do presidente Jair Bolsonaro. “Apesar destas mudanças, espero que as relações bilaterais continuem ainda mais fortalecidas”, explicou o cônsul.

Inspiração – Já o anfitrião abriu seu discurso agradecendo os paisagistas, decoradores, voluntários e colaboradores que nos últimos meses se dedicaram para a realização da principal atração do evento, que é o Pavilhão de Exposições.
“Este ano, a inspiração para decoração do pavilhão teve origem no Japão, com a passagem da era Heisei para a era Reiwa, que significa Bela Harmonia. E buscamos nessa nova era inspiração para homenagear e relembrar o espírito pioneiro dos nossos antepassados que se fixaram aqui em Atibaia para realizar a primeira festa agrícola, isto há 54 anos, ocasião em que Atibaia comemorava 300 anos de fundação”.

Prefeito, primeira dama e organizadores conferem a exposição (Aldo Shiguti)

União – “Estes pioneiros tinham um objetivo, que era divulgar a produção agrícola . Hoje, passadas mais de cinco décadas, esse espírito continua, mas agora não só com o objetivo de divulgar a produção agrícola mas também todo potencial econômico desta região. E focados nesta meta, conto com apoio de todos aqui presentes para buscamos juntos a finalização do Parque Ecológico de Atibaia, que futuramente será sede deste evento e de outros, como forma de podermos continuar colaborando com o desenvolvimento cultural, econômico e social do país”, disse Yoshida que, ao Jornal Nippak, revelou que a previsão é que as obras no Parque Ecológico estão prontas em 2021.
Também estiveram presentes à cerimônia de abertura da 39ª Festa de Flores e Morangos de Atibaia a primeira dama do município, Simone Cardoso; o vice-prefeito Emil Ono;o presidente da Câmara Municipal, Sebastião Batista Machado, o secretário municipal de Turismo, Bruno Leal; o secretário municipal da Agricultura, Mário Inui; o presidente da Acenbra (Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Atibaia), Ciro Komura; o presidente da Associação Pró-Flor, Dirceu Hashimoto; o presidente da Associação dos Produtores de Morango de Atibaia, Osvaldo Maziero, entre outros.

Pavilhão de Vendas conta com vários lançamentos (Aldo Shiguti)

39º Festa de Flores e Morangos de Atibaia
Data: de 30 de agosto até 22 de setembro de 2019
Às sextas, sábados e domingos
Horários: das 9h até 18h
Local: Parque Municipal Edmundo Zanoni, Av. Horácio Neto, 1030
Cidade: Atibaia, SP
Preços: R$ 19,00 à R$ 38,00
Telefone: 0800-555-979
Site: www.floresemorangos.com.br

PROGRAMAÇÃO
DIA 6/9 (Sexta-Feira)

10H40: Grupo CCTI – Danças Ritmos
11H: Gruoi CCTI – Dança Country
12H30: Kaito
14H: Wadan Taiko Ensemble Atibaia

DIA 7/9 (Sábado)

12H: Filha de Isis (Árabe)
13H: Bon Odori
14H: Orquestra de Viola Caipira de Bom Jesus dos Perdões
15H: Kawasuji Seiryu Daiko de Atibaia
16H: Sonnenblume (Alemanha)
17H: Bon Odori

DIA 8/9 (Domingo)

12H: Bon Odori de Atibaia
13H: Grupo Kagura Brasil (Teatro)
14H: Nostra Itália (Itália)
15H: Kawasuji Seiryuu Daiko de Atibaia
16H: Ishin Yoskoi Soran
17H: Bon Odori de Atibaia

DIA 13/9 (Sexta-Feira)

10H40: Grupo CCTI (Danças Ritmos)
12H30: Kaito
14H: Wadan Taiko Ensemble Atinaia

DIA 14/9 (Sábado)

12H: Tirol (Áustria)
13H: Bon Odori Atibaia
14H: Nuaar (Árabe)
15H: Kawasuji Seiryu Daiko de Atibaia
16H: Zorbas (Grécia)
17H: Bon Odori de Atibaia

DIA 15/9 (Domingo)

12H: Bon Odori de Atibaia
13H: Awa Odori Represa
14H: Kawasuji Seiryu Daiko de Atibaia
15H: Santa Marta dos Navegantes (Poretugal)
16H: Ryukyu Koku Matsuri Daiko (Taiko)
17H: Fanfarra Municipal de Atibaia

DIA 20/9 (sexta-feira)

10H40: Grupo CCTI – Violão, Canto e Percussão
11H: Grupo CCTI – Violão, Canto e Percussão
12H30: Kaito
15H30: Kaito

DIA 21/9 (Sábado)

11H30: Kumamoto Rizumu Melody Dance
12H: Bon Odori de Atibaia
13H: Orquestra COC
14H: Grupo Pandora (Árabe)
15H: Kawasuji Seiryu Daiko de Atibaia
16H: Coppelia Ballet
17H: Bon Odori Atibaia

DIA 22/9 (Domingo)

11H: Demonstração de Sumô
12H: Bon Odori de Atibaia
13H: Fujinkai de Nazaré
14H: Kawasuji Seiryu Daiko de Atibaia
15H: Shinsei Acal
16H: Balalaika (Dança Russa)
17H: Bon Odori (Atibaia)

*Programação sujeita a alteração sem aviso prévio

Comentários
Loading...