Matrinxã

Brycon sp.

Distribuição Geográfica: Bacias amazônica e Araguaia-Tocantins.

Descrição: Peixe de escamas; corpo alongado, um pouco alto e comprimido. A coloração é prateada, com as nadadeiras alaranjadas, sendo a nadadeira caudal escura. Apresenta uma mancha arredondada escura na região umeral. Os dentes são multicuspidados dispostos em várias fileiras na maxila superior. Pode alcançar 80 cm de comprimento total e 5kg.

Ecologia: Espécie onívora: alimenta-se de frutos, sementes, flores, insetos e, ocasionalmente, de pequenos peixes. Realiza migrações reprodutivas e tróficas. Nos rios de água clara, é comum ver cardumes de matrinxãs se alimentando debaixo das árvores, ao longo das margens.

Equipamentos: Equipamento do tipo médio, com linhas de 10 a 17lb e anzóis de n° 2/0 a 6/0.

Iscas: artificiais: colheres e plugs; e iscas naturais: frutos, flores, insetos, minhocas, coração e fígado de boi em tirinhas.

Dicas: Pode ser encontrada nas corredeiras e remansos dos rios. Quando fisgada, a tendência é levar a isca para cima. Recorde: Brycon falcatus (matrinxã-miúda) 0,45kg/1lb e B. amazonicus (matrinxã-verdadeira) 3,36kg/7lb 6oz

Fonte: IBAMA

Comentários
Loading...