MÁRCIO NAKASHIMA: Um ano de intenso aprendizado e de muitas conquistas

“2019 foi um ano desafiador, de aprendizado e muito trabalho” (divulgação)

Estamos nos últimos dias de 2019, um ano desafiador, de aprendizado e de muito trabalho. Infelizmente, foi um ano muito duro para todos os brasileiros. Nos deparamos com tragédias terríveis: o rompimento da barragem em Brumadinho, chuvas fortes e desabamentos no Rio de Janeiro, o incêndio no CT do Flamengo, o massacre em uma escola de Suzano.
A palavra do ano foi FEMINICÍDIO. Nunca se matou tanto nossas mulheres como em 2019. Apesar do avanço na legislação, de termos a Lei Maria da Penha, reconhecida pela ONU (Organização das Nações Unidas) como uma das três melhores legislações do mundo, elas continuaram sendo assassinadas, em sua maioria, pelos próprios parceiros.
Os dados são do Mapa da Desigualdade Social, publicado no início de novembro pela Rede Nossa São Paulo. Já as ocorrências de violência contra a mulher aumentaram em 51%.
Na Assembleia Legislativa, travamos uma verdadeira batalha contra a violência e não medimos esforços para mudar estas tristes estatísticas. Um dos primeiros projetos apresentados e aprovado pelo plenário foi o de número 325/2019, que regula a veiculação do Ligue 180 – Central de Atendimento à Mulher, em locais públicos e privados e em veículos que atendem o transporte público, transporte por aplicativo e táxi. Nossa primeira vitória!
Outra iniciativa de sucesso é a Frente Parlamentar em Combate à Violência Contra a Mulher, ao Feminicídio e aos Relacionamentos Abusivos, que em seu lançamento contou com a presença do secretário de Justiça do Estado, Paulo Dimas Mascaretti, representantes do Ministério Público, das policiais, profissionais de saúde, familiares de vítimas e tantas outras pessoas interessadas em dar um basta nas tristes estatísticas que colocam o Brasil em quinto lugar no ranking dos países que mais matam mulheres no mundo.
Realizamos um grande debate sobre as causas da violência, alternativas de combate e implementação de políticas públicas de acolhimento e prevenção. Saímos às ruas para chamar a atenção de motoristas nos semáforos e dialogar com o objetivo de promover o engajamento na causa.
A luta pela implementação de Delegacias de Defesa da Mulher (DDM) 24 horas virou requerimento ao vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia e a promessa de que o pleito será atendido.
Na Assembleia Legislativa, participei como membro efetivo de quatro comissões permanentes: Administração Pública e Relações do Trabalho e Infraestrutura, das quais sou vice-presidente, e das comissões de Defesa dos Direitos do Consumidor e Assuntos Desportivos. Também atuamos em três das cinco CPIs da Casa: táxi aéreo, venda animal e barragem Salto Grande. Foram oportunidades enriquecedoras que me deram a chance de conhecer melhor estes universos.
Mesmo sendo um ano de aprendizado, conseguimos representar bem os municípios que nos elegeram. Entramos com vários projetos, ofícios e requerimentos. Indicamos serviços móveis de saúde e destinamos mais de R$ 10 milhões em emendas parlamentares para melhorar a qualidade de vida do povo paulista.
Prestigiamos importantes eventos da colônia japonesa: Festival do Japão, celebração dos 100 anos de imigração da província de Hokkaido, homenagem do hospital Nipo Brasileiro ao cantor Kitajima Saburo, Tooro Nagashi de Registro, entre outros.
Que 2020 nos traga ainda mais oportunidades. Não cessaremos na luta pela defesa de nossas bandeiras. Nos planos do mandato, daremos continuidade às pautas que afligem a população: saúde, educação de qualidade, oportunidades de trabalho e renda, combate à corrupção e enfrentamento da violência, com punição severa a agressores.
Reafirmamos nosso compromisso de fazer um mandato participativo, aberto a sugestões, reivindicações e críticas. Não faltará, como nunca nos faltou, coragem e ousadia.
Que sigamos na prática de construção e diálogo para alcançarmos as melhorias que buscamos. Que venha 2020!

Marcio Nakashima, deputado estadual pelo PDT

Comentários
Loading...