HAICAI BRASILEIRO: Frio – Poinsétia – Roupa caipira

Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô (1644-1694). O haicai caracteriza-se por descrever, de forma breve e objetiva, aspectos da natureza (inclusive a humana) ligados à passagem das estações. Hoje, no mundo inteiro, pessoas de todas as idades e formações escrevem haicais em suas línguas, atestando a universalidade dessa forma de expressão. 

Envie seus haicais (no máximo três de cada tema sugerido) digitados ou em letra legível, com nome (mesmo quando preferir o uso de pseudônimo), endereço e RG. 

Cada pessoa pode participar com apenas uma identidade. 

A seleção dos trabalhos é feita pelos haicaístas Edson Kenji Iura Francisco Handa. 

Envie suas cartas para:
Haicai Brasileiro
A/C Jornal Nippak
Rua da Glória, 332
CEP 01510-000 São Paulo-SP
E-mail: jornaldonikkey@yahoo.com.br
Cc. ashiguti@uol.com.br

 

TEMAS DE JUNHO

Frio – Poinsétia – Roupa caipira

Cão magro deitado
junto à porta da cozinha –
Poinsétia na entrada.
Carlos Martins
São Paulo, SP

ah! roupa caipira
ela vestida de padre
e ele de noiva
Carlos Viegas
Brasília, DF

Crianças em pares
Com suas roupas caipiras –
Festança na escola.
Cristiane Cardoso
São Paulo, SP

Manhã friorenta.
Era bem mais frio e longo
O frio na infância.
Cristiane Cardoso
São Paulo, SP

Na festa junina,
quanta roupa caipira
que ninguém mais usa!
D. S. Oliver
São Paulo, SP

Frio sibilante!
Nos casebres das favelas
deixa seus rastros.
Irene Fuke
São Paulo, SP

Que transformação
do verde para vermelho –
Poinsétias!
Irene Fuke
São Paulo, SP

amanhecer frio –
também o gato desiste
do seu passeio
José Marins
Curitiba, PR

Família na sala
debaixo do cobertor –
Frio superado
Madô Martins
Santos, SP

As formas, as cores –
Destaca-se na paisagem
formosa poinsétia
Madô Martins
Santos, SP

Na areia da praia
nem pombos… nem caminhantes –
Manhã de frio.
Mahelen Madureira
Santos, SP

Com os dias curtos
noites amenas e quietas –
O frio bem perto.
Mario Isao Otsuka
São Paulo, SP

no oco da árvore
o pássaro encolhido –
frio repentino
Regina Alonso
Santos, SP

No frio da pracinha,
Só um casal namorando,
Juntinho no banco.
Reneu Berni
Goiânia, GO

O noivo e os padrinhos,
Todos de roupa caipira –
Casório na festa.
Reneu Berni
Goiânia, GO

Um frio gélido
As mãos dentro das mangas
Aquecem o garoto.
Yone
São Paulo, SP

Poinsétia tropical
Suas grandes asas vermelhas
Chamam visitantes.
Yone
São Paulo, SP

Brincando de ter
a vida que não vivi –
eu de roupa caipira.
Zekan Fernandes
São Paulo, SP

Temas de agosto (postar até 10 de julho)
Cação – Bananeira de inverno – Banho de sol

Temas de setembro (postar até 10 de agosto)
Vespa – Ipê branco – Primavera fria

Comentários
Loading...