HAICAI BRASILEIRO: Colibri – Jacinto – Quinze de Novembro

Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô (1644-1694). O haicai caracteriza-se por descrever, de forma breve e objetiva, aspectos da natureza (inclusive a humana) ligados à passagem das estações. Hoje, no mundo inteiro, pessoas de todas as idades e formações escrevem haicais em suas línguas, atestando a universalidade dessa forma de expressão. 

Envie seus haicais (no máximo três de cada tema sugerido) digitados ou em letra legível, com nome (mesmo quando preferir o uso de pseudônimo), endereço e RG. 

Cada pessoa pode participar com apenas uma identidade. 

A seleção dos trabalhos é feita pelos haicaístas Edson Kenji Iura Francisco Handa. 

Envie suas cartas para:
Haicai Brasileiro
A/C Jornal Nippak
Rua da Glória, 332
CEP 01510-000 São Paulo-SP
E-mail: jornaldonikkey@yahoo.com.br
Cc. ashiguti@uol.com.br

 

TEMAS DE NOVEMBRO

Colibri – Jacinto – Quinze de Novembro

Manhã de domingo.
Flores de jacinto roxo
num canto do muro.
Antonio Seixas
Magé, RJ

Todo colorido
novo altar de Santa Dulce –
Flores de jacinto.
Benedita Azevedo
Magé, RJ

Repleto de magia
Colibri paira no quintal
Pelo néctar da flor.
Carlos C. Teixeira Jr.
Biritiba Mirim, SP

suave manhã
colibris de flor em flor
balançam os galhos
Carlos Viegas
Brasília, DF

Sem tempo pra fotos.
Um colibri azulado
num piscar se vai.
Cristiane Cardoso
São Paulo, SP

Belo colibri
amante da bela flor
beijos matinais
Débora Novaes de Castro
São Paulo, SP

encanto fugaz –
cintila, cintila no azul
um ágil colibri
Elisa Campos
São Paulo, SP

Tremulam bandeiras
na escola sem os alunos.
Quinze de Novembro!
Irene Fuke
São Paulo, SP

quintal arrumado –
até mesmo o colibri
parece novinho
José Marins
Curitiba, PR

depois das desculpas –
vaso de jacintos brancos
para a namorada
José Marins
Curitiba, PR

parece miragem
visita do colibri –
sempre apressado!
Madô Martins
Santos, SP

Degraus da varanda –
Descansa o jardineiro,
voa o colibri
Regina Alonso
Santos, SP

Vibra o aluno
Escolhido pra falar –
Quinze de Novembro.
Reneu Berni
Goiânia, GO

Chega o colibri
No meu jardim molhado
As flores brancas
Rodrigo Vieira Ribeiro
Ipatinga, MG

logo anoitece:
colibri beija as flores
mais uma vez
Rose Mendes
Ilhabela, SP

Quinze de Novembro.
Já ninguém sabe o porquê,
só que é feriado.
Seishin
São Paulo, SP

Voo do colibri
Rápido e festeiro
Nem vi a sua cor…
Yone
São Paulo, SP

Quinze de Novembro –
o idoso pega no sono
durante o discurso.
Zekan Fernandes
São Paulo, SP

 

Temas de janeiro de 2020 (postar até 10 de dezembro)
Coco – Água-viva – Calendário novo

Temas de fevereiro de 2020 (postar até 10 de janeiro)
Campainha (flor) – Ema – Mosquiteiro

Comentários
Loading...