HAICAI BRASILEIRO

O Jornal Nippak publica aqui os haicais enviados pelos leitores. Haicai é um tipo de poema que se originou no Japão. Seu maior expoente é Matsuo Bashô (1644-1694). O haicai caracteriza-se por descrever, de forma breve e objetiva, aspectos da natureza (inclusive a humana) ligados à passagem das estações. Hoje, no mundo inteiro, pessoas de todas as idades e formações escrevem haicais em suas línguas, atestando a universalidade dessa forma de expressão.

 

Envie seus haicais (no máximo três de cada tema sugerido) digitados ou em letra legível, com nome (mesmo quando preferir o uso de pseudônimo), endereço e RG.

Cada pessoa pode participar com apenas uma identidade.

A seleção dos trabalhos é feita pelos haicaístas Edson Kenji Iura e Francisco Handa.

 

 

Envie suas cartas para:

Haicai Brasileiro

A/C Jornal Nippak

Rua da Glória, 332

CEP 01510-000 São Paulo-SP

E-mail: jornaldonikkey@yahoo.com.br

Cc. ashiguti@uol.com.br

 

 

 

TEMAS DE ABRIL

 

Neblina – Aves de arribação – Uva

 

 

Rompendo a neblina

os barcos dos pescadores.

Ronco dos motores

Benedita Azevedo

Magé, RJ

 

Morros azulados

cobertos de neblina –

Manhã no subúrbio

Carlos Martins

São Paulo, SP

 

a serra ao longe

coberta pela neblina

meus pés encharcados

Carlos Viegas

Brasília, DF

 

A surpresa do arrulho

Da ave de arribação:

Termina a seca

Cássio Rodrigues

Campo Grande, MS

 

Quase tudo branco –

Em Paranapiacaba

Isso que é neblina.

Cristiane Cardoso

São Paulo, SP

 

ao cair da noite

pós chuvisco passageiro

os véus de neblina

Débora Novaes de Castro

São Paulo, SP

 

neblina densa –

carros sobem a serra

na lentidão

Elisa Campos

São Paulo, SP

 

Avisa a notícia

Faz bem ao coração

Suco de uva

Gustavo Morita

São Paulo, SP

 

Brancura total!

Na solidão da neblina

a cidade dorme…

Irene Fuke

São Paulo, SP

 

outra manhã cinza –

sou apenas mais um vulto

em meio à neblina

José Marins

Curitiba, PR

 

Neblina no mar –

Passageiros preocupados

na balsa que apita

Madô Martins

Santos, SP

 

 

apita o navio –

em meio aos acenos

aves de arribação

Regina Alonso

Santos, SP

 

Sem troca de acenos,

Os dois vizinhos de chácara –

Gritos na neblina.

Reneu Berni

Goiânia, GO

 

mudança de tempo:

o som do transatlântico

dentro da neblina

Rose Mendes

Ilhabela, SP

 

Manhã em Petrópolis –

A neblina na serra

compõe a paisagem

Seishin

São Paulo, SP

 

Aves de arribação

Atravessando as cordilheiras

Estrangeiras como eu

Wilmar Pimentel

Sumaré, SP

 

Densa neblina

De repente aparece

Um vulto do avô…

Yone

São Paulo, SP

 

Lembrança de infância –

o cacho de uva madura

colhido no pé.

Zekan Fernandes

São Paulo, SP

 

 

Temas de maio (postar até 10 de abril)

Dourado – Pinha (fruta) – Trote

 

Temas de junho (postar até 10 de maio)

Frio – Poinsétia – Roupa caipira

 

Comentários
Loading...