ERIKA TAMURA: Casino no Japão

Há muito tempo o Japão debate no parlamento sobre a possível implementação de casinos no território japonês. Em 2016 iniciou-se o debate, em 2018 foi aprovada a lei, que define os termos e condições para o estabelecimento de casinos em 2020.
Essa lei foi recebida com críticas por 60% da população, segundo a mídia japonesa, observa-se uma resistência aos casinos, pois alegam temer a dependência do jogo.
A lei aprovada pelo Senado, autoriza a construção de três “resorts” integrados, que incluem: casino, salas de conferência, hotéis, restaurantes, teatros, etc.
O intuito do governo japonês é aumentar o número de turistas no Japão. E com isso, as empresas operadoras de casino, têm crescido o olho no Japão, já existe até mesmo cursos de crupiê, os profissionais do casino, e os cursos são bem concorridos.
O governo vê a abertura dos casinos com bons olhos, claro, visualizando a arrecadação tributária, fixada em 30%, para dividir entre os governos locais, estaduais e central.
Essa semana, em frente ao parlamento, houve protesto contra a liberação dos casinos no Japão, onde a população se diz preocupada com o risco de vício em jogos de azar. Em uma pesquisa recente, feita pela agência de notícias Jiji, 62% dos entrevistados disseram ser contra, e apenas 22% apoiam a implementação dos casinos.
Para tentar acalmar os nervos da população adversa, a lei prevê que os residentes no Japão, deverão pagar uma taxa de entrada de ¥6.000, com o limite de 10 visitas por mês.
O primeiro casino deverá ser na cidade de Yokohama, em Kanagawa. Uma cidade turística, com grande fluxo de estrangeiros. Depois será a vez de Tóquio e Osaka.
Na minha opinião, a lei prevê a implantação de 3 casinos, mas acho que não demorará muito para que se mude isso, e que sejam construído outros estabelecimentos, proliferando assim as casas de jogos, como acontece com os pachinkos.
E outra, já existem os japoneses que gostam de casinos, e para isso, viajam até as Filipinas, ou Singapura, para poderem jogar. É por isso que os cruzeiros estrangeiros são muito requisitados aqui no Japão, pois todos têm casino, e quando atravessam a fronteira marítima, iniciam-se os jogos, fora do território japonês.
Existem muitos viciados em pachinkos no Japão? Sim. Os casinos poderão viciar também? SIm.
Mas para o governo, a receita gerada, é importante e tentadora.
E os dois lados estão certos! A população que está contra e o governo, cada qual com seus argumentos e interesses distintos. No meio dessa balança toda, em qual lado você está?

Comentários
Loading...