Em casa, seleção espera contar com torcida para conquistar vaga para os Jogos Pan-Americanos

(Divulgação)
(Divulgação)

A Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol (CBBS) investiu alto em busca da tão sonhada vaga para os Jogos Olímpicos de 2020, que serão disputados em Tóquio, no Japão. Para alcançar o feito inédito, a CBBS não mediu esforços para trazer o Torneio Pré-Pan-Americano de Beisebol, que acontece entre os dias 29 deste mês e 3 de fevereiro. As partidas serão realizadas em dois campos: em Ibiúna (SP), no Cento de Treinamento da Yakult, e no Estádio Municipal de Beisebol Mie Nishi, na Capital, sempre com dois jogos, às 10 e às 14 horas.
Além do Brasil, a competição contará com a participação de seis seleções consideradas de ponta na América Latina: México, Nicarágua, República Dominicana, Venezuela, Colômbia e Panamá, além do Canadá. É a primeira vez que o país recebe um evento deste porte.
As oito seleções foram dividas em dois grupos. A seleção brasileira está no Grupo A, ao lado de México, Nicarágua e República Dominicana. No B estão: Canadá, Colômbia, Panamá e Venezuela. As duas melhores seleções de cada grupo estão automaticamente classificadas para os Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, que acontecem de 26 de julho a 11 de agosto.
Para os Jogos Pan-Americano já estão classificados o Peru (país sede), a Argentina (atual campeã Sul-Americana, Porto Rico e Cuba (campeão e vice-campeão, respectivamente, dos Jogos Centro-Americanos e do Caribe). Apenas o campeão carimba o passaporte para Tóquio 2020.

Seleção Brasileira, que terá jogadores que atuam no exterior, espera contar com o fator torcida - DIVULGAÇÃO - CBBS
Seleção Brasileira, que terá jogadores que atuam no exterior, espera contar com o fator torcida – DIVULGAÇÃO – CBBS

Experiência – Não à toa, a expectativa é grande para o Pré-Pan. Comandado pelo experiente técnico cubano Rodolfo Puente – que terá como auxiliares o também cubano radicado nos Estados Unidos Jose Contreras e o brasileiro Mitsuyoshi Sato – a seleção brasileira fará seus três jogos da fase de classificação no Bom Retiro. A estreia será no dia 29 (terça-feira), contra a Nicarágua, às 14 horas. Antes, às 10 h, também pelo Grupo A, jogam México e República Dominicana. No mesmo dia, em Ibiúna, jogam Colômbia e Venezuela (10h) e Panamá e Canadá (14h).
No dia 30 (quarta-feira), os brasileiros enfrentam a República Dominicana, às 14 horas, enquanto Nicarágua pega o México no jogo das 10 horas. Pelo Grupo B, em Ibiúna, jogam Canadá x Venezuela (10h) e Panamá x Colômbia (14).
O Brasil encerra sua participação na fase de classificação no dia 31 (quinta-feira), contra o México, também às 14 horas. No primeiro jogo do dia a República Dominicana pega a Nicarágua. Em Ibiúna, a última rodada reúne Colômbia x Canadá (10h) e Venezuela x Panamá (14h).
As semifinais, no dia 2 de fevereiro (sábado), e a final, no dia 3 de fevereiro (domingo), serão no Estádio do Bom Retiro. A entrada é franca para todos os jogos.

Investimentos – A CBBS espera fazer valer o investimento de cerca de R$ 150 mil – com ajuda da Toyota – em melhorias no Bom Retiro e no CT de Ibiúna. A expectativa do presidente da entidade, Jorge Otsuka, é garantir a primeira vaga do grupo, com o México em segundo. No grupo B, o dirigente aposta em Canadá e Venezuela.
Para que isso aconteça, porém, Otsuka acredita que o fator torcida será muito importante. Para o presidente da CBBS, mesmo a República Dominicana não vindo com sua força principal – foi convidada praticamente às vésperas para substituir os Estados Unidos, que optaram por não participar do Pré-Pan pois já estão classificados para as Olimpíadas pelo ranking da WBSC (Confederação Internacional de Beisebol e Softbol) – e a Nicarágua em dificuldades financeiras, “historicamente o Brasil ficaria nas últimas colocações admite Otsuka, explicando que, apesar de o Brasil contar com ótimos treinadores, a CBBS preferiu chamar o experiente cubano Rodolfo Puente, um velho conhecido dos brasileiros.

Partidas serão realizadas no CT da Yakult, em Ibiúna, e no Estádio Mie Nishi, no Bom Retiro - DIVULGAÇÃO - CBBS
Partidas serão realizadas no CT da Yakult, em Ibiúna, e no Estádio Mie Nishi, no Bom Retiro – DIVULGAÇÃO – CBBS

Reforços – Para a competição, a CBBS convocou 30 jogadores, incluindo atletas profissionais que atuam nas ligas maiores e menores dos Estados Unidos e do Japão. Desta forma, Rodolfo Puente terá a sua disposicação nomes como André Rienzo, primeiro arremessador brasileiro na MLB e que hoje defende o Acereros de Monclova do México; Paulo Orlando, primeiro brasileiro campeão da MLB pelo Kansas City Royals em 2015, esse ano Paulo assinou contrato com atual vice-campeão da MLB, Los Angeles Dodgers; e Thyago Vieira, arremessador do Chicago White Sox. Jogadores que atuam no Brasil completam o grupo.
Apesar disso, Otsuka explica que não conseguiu a liberação de outros nomes considerados importantes como Yan Gomes, Bo Takahashi, Eric Pardinho, Luciano Fernando, Oscar Nakaoshi, Felipe Maciel, Luís Gohara e Christian Pedro.
O primeiro treino, já com os jogadores “estrangeiros”, aconteceu no último final de semana. O grupo deve ser definido neste domingo, quando serão anunciados os 24 atletas que iniciarão a caminhada rumo a Tóquio.”Precisamos arrumar uma força extra e por isso estamos contando com a torcida”, convocou Otsuka, lembrando que, apesar de difícil, por enquanto este é único caminho para se conseguiur a vaga para a Olimpíada.

TORNEIO PRÉ PAN-AMERICANO DE BEISEBOL 2019 – BRASIL
De 29 de Janeiro à 3 de Fevereiro
Primeira fase (29 a 31/01):
4 jogos por dia
Entrada GRATUITA
Local grupo A e fase final: Estádio Municipal de Beisebol Mie Nishi
Endereço: Av. Presidente Castelo Branco, 5446 – Bom Retiro
Local grupo B: Complexo CBBS Nacional de Formação em Ibiúna, SP (CT Yakult)
Endereço: Rodovia Bunjiro Nakao, Km 58,5 – Ibiúna – SP

Comentários
Loading...