Convenção Nacional da JCI Brasil deve reunir cerca de 400 pessoas em São Paulo

(Arquivo pessoal)

Considerado o maior e também mais aguardado evento por seus membros, a Convenção Nacional da JCI Brasil volta a ser realizada na capital paulista depois de nove anos. “São Paulo é uma metrópole multifacetada. Ao mesmo tempo em que é o mais importante centro econômico do Brasil, é a capital da cultura na América Latina, com uma oferta de lazer, conhecimento e entretenimento sem igual. Estamos preparando um evento incrível no bairro da Liberdade que é referência em cultura e gastronomia asiática em geral”, diz o site da organização, que está presente em mais de 100 países e mobiliza mais de 200 mil jovens voluntários de 18 a 40 anos.
Com o tema,“Unir para transformar”, a Convenção Nacional acontece nos dias 11, 12 e 13 de outubro no Espaço Hakka de Eventos, no bairro da Liberdade, em São Paulo. Em 2018, a 64ª edição foi realizada em Chapecó (SC). Este ano, com a coordenação de Alexandre Kawase, são esperados cerca de 400 pessoas de todo o país. E, mais uma vez, o evento será aberto ao público em geral que queiram conhecer o terceiro setor e o trabalho da JCI.
Além de atividades de interesse específicos, a programação vai trazer nomes bastante conhecidos do público, como o ilusionista Mario Kamia, o co-fundador da Geekie, Claudio Sassaki, a presidente da Litro de Luz Brasil, Lais Higashi, o tenente do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, Pedro Aihara – que ficou nacionalmente conhecido como porta-voz da corporação na tragédia de Brumadinho – e Edu Lya, do instituto Gerando Falcões, que fará a palestra de abertura da CN, na sexta-feira.
De acordo com Rodolfo Wada, presidente da JCI Brasil-Japão, no total serão 22 palestrantes – a palestra magna, no sábado, será com Gil Giardelli, estudioso da Cultura Digital – além de workshops de cultura japonesa.
“A programação básica será em torno dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) definidos pelas Nações Unidas”, conta Rodolfo Wada, lembrando que “há três anos tentamos trazer a CN para São Paulo”.
“Aprovada a candidatura, em 2017, ou seja, desde a gestão da presidente Marcia Nakano, estamos trabalhando nos preparativos. E, coincidentemente, em 2010, quando São Paulo recebeu a Convenção Nacional pela última vez, o presidente da JCI Brasil-Japão era justamente o Kawase, que está na coordenação”, explica Wada, destacando que o tema “unir para transformar” tem como objetivo “reunir os membros juniores e seniores com o propósito de transformar”.
“Grande parte dos palestrantes atuam em organizações de impatro social e esperamos que os membros se conectem e multipliquem seus esforços fazendo com que o trabalho da JCI tenha cada vez mais impacto na sociedade”, conta Wada.

Alexandre Kawase, coordenador da CN, e Rodolfo Wada, presidente da JCI Brasil-Japão (arquivo pessoal)

Impact Tank – De acordo com Kawase, um dos destaques da programação é a final do Impact Tank, cujo objetivo é estimular as Organizações Locais da JCI Brasil a criarem novos projetos locais que atendam ao Marco da Cidadania Ativa e e aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS); capacitar as Organizações Locais da JCI Brasil para estruturarem projetos de forma adequada e alinhada com as melhores práticas; criar oportunidades para os membros ativos praticarem oratória e debate através de discursos de venda persuasivos (“pitches”) e promover o intercâmbio de conhecimento dos membros da JCI Brasil com empreendedores e especialistas em Projetos de Impacto Social.
Inspirado no Programa Shark Tank da TV Sony, o Impact Talk terá como jurados Ana Fontes (Rede Mulher Empreendedora), Daniel Izzo (Vox Capital), Maure Pessanha (Artemísia), Marcelo Correa (Inovabra) e Mariana Fonseca (Pipe Social).
Segundo Kawase, cada participante terá cino minutos para defender seu projeto. O vencedor receberá como prêmio R$ 10 mil para implantá-lo.
Informações e inscrições para a CN podem ser obtidas no site: https://cn2019.org.br

Convenção dos Nikkeis – Antes da Convenção Nacional, Alexandre Kawase e o presidente do Conselho Deliberativo da Sociedade Brasileira de Gestão do Conhecimento, André Saito,que fazem parte da Comissão Kakehashi Japão-Brasil (sob responsabilidade do Comitê Jovem do Bunkyo), participam da 60ª Convenção dos Nikkeis e Japoneses no Exterior. Promovido pela Associação Kaikai Nikkeijin Kyokai, o encontro acontece todos os anos com o objetivo de reunir nikkeis que vivem em diferentes países para discutirem sobre os desafios enfrentados por suas comunidades e formas de cooperação entre si e com o Japão, bem como para fortalecer as relações de intercâmbio e aprofundar os laços de amizade.
Este ano, o encontro será realizado de 1 a 3 de outubro, em Tóquio. Do Brasil, além de Kawase e Saito, devem participar o presidente do Bunkyo, Renato Ishikawa, e o vereador Aurélio Nomura, entre outros.

(Arquivo pessoal)

Dia do NIkkei – Integrado por representantes da JCI Brasil-Japão e do Bunkyo, além de outras associações a Comissão Kakehashi conseguiu recentemente, num trabalho conjunto com o vereador Aurélio Nomura e o Bunkyo, aprovar a lei do Dia Internacional do Nikkei, a aser comemorado todo dia 20 de junho.

Comentários
Loading...