Consulado celebra ascensão do novo imperador e início da era Reiwa

Cônsul geral do Japão em São Paulo guarda imagens de “gentilza” e “integridade” do imperador (Jiro Mochizuki)
Cônsul geral do Japão em São Paulo guarda imagens de “gentilza” e “integridade” do imperador (Jiro Mochizuki)

O Consulado Geral do Japão em São Paulo realizou, no último dia 30, na residência oficial do cônsul, no bairro do Morumbi (zona Sul de São Paulo), celebração à ascensão ao trono de Sua Majestade, o imperador Naruhito do Japão e ao início da nova Era Reiwa. Estiveram presentes, entre outras personalidades e autoridades, o secretário municipal de Relações Internacionais, Luiz Alvaro Salles Aguiar de Menezes – que retornou recentemente de uma viagem ao Japão, onde representou o prefeito Bruno Covas durante o 2° encontro do Urban 20 (U20) realizado em Tóquio –, o presidente do Bunkyo, Renato Ishikawa, o presidente do Enkyo, Akeo Yogui, o presidente da Aliança Cultural Brasil-Japão, Eduardo Yoshida e o presidente da Acal, Hirofumi Ikesaki, além do cartunista e empresário Mauricio de Sousa, o ex-deputado estadual Hélio Nishimoto e o “sempre deputado” Hatiro Shimomoto.

Renato Ishikawa e Yutaka Toyota (Jiro Mochizuki)
Renato Ishikawa e Yutaka Toyota (Jiro Mochizuki)

Lembranças – Em sua saudação, o cônsul Yasushi Noguchi lembrou que o agora imperador Naruhito, filho primogênito do imperador emérito Akihito – que abdicou do trono no dia 30 de abril – esteve no Brasil em três ocasiões. Uma delas em 2008, por ocasião da cerimônia comemorativa do Centenário da Imigração Japonesa no Brasil, evento organizado por diversas entidades nipo-brasileiras. Noguchi lembrou que ele próprio sente-se honrado por ter participado das visitas oficiais do então príncipe herdeiro à Espanha, em 1992, e ao México, em 2006, por ocasião da realização do Fórum Mundial da Água, e no Japão, em 2015, à época em que era Diretor-Geral da Polícia da Província de Miyazaki.
Noguchi explicou que, por meio destas experiências, guarda como lembrança do imperador imagens de “gentileza” e “integridade”, e destacou que a ascensão de Naruhito deu início à era Reiwa. Ele citou ainda que em 2020, Tóquio sediará os Jogos Olímpicos e Paralímpicos e que em 2025 a cidade de Osaka, pela segunda vez na história, vai receber a Exposição Universal em 2025 (Expo 2025).

Secretário de Relações Internacionais Luiz Álvaro cumprimenta o cônsul Yasushi Noguchi (Jiro Mochizuki)
Secretário de Relações Internacionais Luiz Álvaro cumprimenta o cônsul Yasushi Noguchi (Jiro Mochizuki)

Noguchi disse ainda acreditar que o Japão vai superar os desafios do declínio populacional e do super envelhecimento de sua população, “chamando a atenção do mundo para as suas conquistas”.
“Neste ano, tanto o Brasil como o Japão iniciaram uma nova fase. No Brasil, teve início o novo governo Bolsonaro e no Japão, teve início à era Reiwa. Apesar das mudanças, espero que as relações entre os dois países se intensifiquem cada vez mais e espero continuar trabalhando para que isto se concretize”, concluiu o cônsul Noguchi.

Shen Ribeiro (Jiro Mochizuki)
Shen Ribeiro (Jiro Mochizuki)

O brinde foi feito pelo presidente do Bunkyo, Renato Ishikawa, que manifestou seu desejo para que a era Reiwa seja repleta de bela harmonia, como a própria era expressa. O músico Shen Ribeiro fez uma apresentação especial no shakuhachi.
No final, os convidados receberam um exemplar do livro “Laços – A Família Imperial e o Brasil”, de Masato Ninomiya e Sonia Regina Longhi Ninomiya.

Comentários
Loading...