Cônsul geral do Japão prestigia evento da Aliança Cultural Brasil-Japão

Cônsul Yasushi Noguchi prestigiou o Shinnenkai da Aliança (Jiro Mochizuki)
Cônsul Yasushi Noguchi prestigiou o Shinnenkai da Aliança (Jiro Mochizuki)

Em um clima marcado pela descontração, a Aliança Cultural Brasil-Japão reuniu membros de sua Diretoria – entre diretores e conselheiros – professores, funcionários, familiares e colaboradores no último dia 20, no Buffet Colonial (zona Sul de São Paulo), para o seu tradicional Almoço de Confraternização – Shinnenkai.

Kendi Yamai (Jiro Mochizuki)
Kendi Yamai (Jiro Mochizuki)

Comandada pelo polivalente apresentador, artista, produtor e ator Kendi Yamai – que, aliás, foi homenageado pela Aliança com a apresentação de um vídeo sobre sua carreira –, a celebração contou com a participação do cônsul geral do Japão em São Paulo, Yasushi Noguchi e do vereador Aurélio Nomura.
Yokio Oshiro, presidente da ACBJ, lembrou que, “se 2018 não foi o ano dos sonhos para todo mundo, pelo menos conseguimos cumprir nossa tarefa”. “Em contrapartida, foi um ano de muita cidadania e que certamente ecoarão em 2019 e terão reflexos na Aliança”, disse Oshiro, que revelou ter ficado emocionado com a presença maciça dos professores de todas as áreas e seus familiares, além de funcionários e colaboradores, além dos parceiros que ajudaram a construir a Aliança em 2018.

Aurélio Nomura discursa durante abetura do Shinnenkai (Jiro Mochizuki)
Aurélio Nomura discursa durante abetura do Shinnenkai (Jiro Mochizuki)

Já o vereador e membro do Conselho Superior da Aliança, Aurélio Nomura, falou sobre sua alegria em participar de uma reunião “de família”, como são as reuniões da Aliança, e, como nos anos anteriores, “nos enche de energia e força para que possamos enfrentar todo o ano”. Ele destacou que o país vai passar por um novo período e “torcemos apenas para que se cumpram as promessas que foram feitas”.

Cônsul Yasushi Noguchi com Yokio Oshiro (Jiro Mochizuki)
Cônsul Yasushi Noguchi com Yokio Oshiro (Jiro Mochizuki)

O cônsul Yasushi Noguchi, que fez questão de prestigiar o Shinnenkai da ACBJ e, mais que isso, ainda brindou os convidados ao cantar no karaokê, falou sobre sua admiração e respeito que tem pelo trabalho da Aliança, de divulgar a cultura e a língua japonesas. “Graças aos esforços de instituições como a Aliança os costumes japoneses estão cada vez mais difundidos na sociedade brasileira. Eu, como cônsul do Japão, fico muito feliz por esta laboriosa dedicação”, explicou Yasushi Noguchi, lembrando que, no ano passado, “comemoramos com muito sucesso o aniversário do 110º aniversário da imigração japonesa no Brasil”.
“Tivemos muitos eventos alusivos à data e a presença de Sua Alteza Imperial, princesa Mako, deu um significado muito especial à celebração”, disse o cônsul, destacando que este ano tanto o Brasil como o Japão vão passar por grandes mudanças.
“Por aqui, o presidente eleito Jair Bolsonaro assumiu no dia 1º de janeiro cercado de muitas expectativas. Expectativas também por parte dos empresários japoneses, que esperam por uma melhora na economia. No Japão, como todos sabem, o imperador Akihito vai abdicar ao trono dia 30 de abril e o príncipe herdeiro, Naruhito, irá sucedê-lo dando início a uma nova Era, cujo nome ainda não foi anunciado”, observou Noguchi, acrescentando que, mesmo com estas mudanças, esperamos que as relações entre os dois países se estreitem ainda mais”.
Para finalizar, Yasushi Noguchi lembrou que este ano o Brasil sediará a Coa América de Futebol, que terá a seleção japonesa como país convidado. “Esperamos que muitos japoneses visitem o Brasil. Meu sonho é que a final seja entre o Brasil e o Japão e o jogo termine empatado”, disse, arrancando aplausos dos presentes,

Pâmela Yuri Ashihara (Jiro Mochizuki)
Pâmela Yuri Ashihara (Jiro Mochizuki)

No fim, o cônsul ainda cantou depois das apresentações do professor do curso de Nihongo Business da Aliança, Masayuki Muranobu, que apresentou um número de Dojou Sukui, e da cantora Pâmela Yuri.

Comentários
Loading...