CANTO DO BACURI > Francisco Handa: O menino gordo

O menino gordo

No tempo da bala
Juquinha
O menino gordo repartia:
“dois pra mim
um pra você”
dois pra mim
um pra você!”

O menino gordo cresceu
E continuou repartindo:
“mil pra mim
um pra você
mil pra mim
um pra você”.

Catar o vento

Se tradução pudesse
Haver
De um sentimento
Pudesse descrever
Que palavra seria possível?
O que poderia significar
Uma palavra qualquer
Pudesse ser pedra
Pudesse ser céu
Pudesse ser ainda
Uma palavra não dita
Um amor não vivido?
Quem pode traduzir amor
Se amor não foi vivido.
E poesia?
Se poesia nunca foi lido
Nem visto a primavera
Se por
Além daquelas montanhas
Com nuvens como dragões
A noite trazendo?
Traduzir em si
É como catar vento
Semear nos poros neste momento
O sal amargo
A derramar-se no rio do tempo.

Comentários
Loading...