Câmara Municipal de SP realizará Sessão Solene nesta segunda em comemoração aos 111 Anos

Imigração teve início oficialmente em 18 de junho de 1908 quando o Kasato Maru aportou em Santos (reprodução)
Imigração teve início oficialmente em 18 de junho de 1908 quando o Kasato Maru aportou em Santos (reprodução)

Na próxima segunda-feira (24) ,a Câmara Municipal de São Paulo realiza uma Sessão Solene em comemoração aos 111 Anos da Imigração Japonesa no Brasil. A programação terá início às 19 horas do dia 24, no Salão Nobre da Câmara Municipal. O evento é uma iniciativa da “bancada nikkei” formada pelos vereadores Aurélio Nomura (PSDB), Masataka Ota (PSB), Rodrigo Goulart (PSD) e George Hato (MDB). Diferentemente dos anos anteriores, quando cada parlamentar indicava seus homenageados, desta vez serão somente três homenageados em comum: o cônsul geral do Japão em São Paulo, Yasushi Noguchi, o presidente do Bunkyo (Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social), Renato Ishikawa, e o presidente da Aliança Cultural Brasil-Japão, Eduardo Yoshida. “São pessoas que chegaram recentemente aos seus postos e que merecem ser homenageados pelo trabalho que desenvolvem, não só de hoje, mas que existe essa coincidência de terem assumido recentemente. E por isso nós vamos prestar esta justa homenagem a estas três personalidades”, disse o vereador Aurélio Nomura, lembrando que, pelo rodízio estabelecido em 2013, este ano a celebração seria realizada na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

O presidente do Bunkyo, Renato Ishikawa será homenageado (arquivo)
O presidente do Bunkyo, Renato Ishikawa será homenageado (arquivo)

“Como não houve manifestação, até porque os deputados nikkeis estão chegando agora e existe aquela dificuldade inicial, resolvemos fazer novamente na Câmara Municpal”, disse Nomura, destacando que todos foram convidados, incluindo o deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP).
Aspirações – Para o parlamentar, mesmo sem o glamour do ano passado, quando as comemorações dos 110 Anos trouxe ao Brasil a Sua Alteza Imperial, princesa Mako, este ano a data também deve ser lembrada com igual destaque. “Acho uma data extremamente importante porque a gente tem que renovar nessa ocasião aquelas aspirações dos nossos maiores e, principalmente, a herança que recebemos dos pioneiros. Cada vez mais a gente sente a necessidade de relembrar esses maiores da imigração japonesa com trabalho e dedicação, mas, sobretudo, colocando que devemos ter uma ação voltada para a honestidade, para a seriedade e para o bem comum. Isso é fundamental”, explica o vereador, antecipando que deve consultar os outros vereadores e os dois deputados nikkeis (Paulo Nishikawa e Marcio Nakashima) para reestabelecer o rodízio.

O cônsul geral do Japão em São Paulo, Yasushi Noguchi (arquivo)
O cônsul geral do Japão em São Paulo, Yasushi Noguchi (arquivo)

Para George Hato, trata-se de um momento para refletir a agradecer. “Todo ano a comunidade nikkei programa uma série de eventos para relembrar a imigração. Nosso país foi construído com a ajuda dos pioneiros e sabemos toda a história de sofrimento que houve. Histórias de dificuldades, preconceitos e temos a história do Hospital Santa Cruz, que foi usurpado durante a Segunda Guerra Mundial. Mas com luta e dedicação o povo japonês conquistou seu espaço e respeito ao longo desses 111 anos. Agora, cabe a nós perpetuarmos a honra dos nossos antepassados e mostrar gratidão ao povo brasileiro, que acolheceu os imigrantes”, destacou George, afirmando que, essencialmenmte nos dias atuais, os valores trazidos pelos japoneses tornam-se imprescindíveis. “Nossa primeira tarefa do dia deveria ser arrumar a cama. Se todos fizessem sua parte, cuidando da zeladoria e querendo bem ao próximo, teríamos um país melhor”, afirma.

O presidente da Aliança Cultural Brasil-Japão, Eduardo Yoshida (arquivo)
O presidente da Aliança Cultural Brasil-Japão, Eduardo Yoshida (arquivo)

A imigração japonesa no Brasil teve início oficialmente em 18 de junho de 1908, quando o navio Kasato Maru aportou em São Paulo, trazendo os primeiros 781 imigrantes para as fazendas do interior paulista. O fluxo cessou quase que totalmente em 1973, com a vinda do último navio de imigração Nippon Maru contando-se quase 200 mil japoneses estabelecidos no país.

Sessão Solene Em Comemoração Aos 111 Anos Da Imigração Japonesa No Brasil
Quando: Dia 24 de Junho (segunda-feira), a partir das 19 horas
Onde: Salão Nobre da Câmara Municipal (Viaduto Jacareí, 100 – 8º andar)

Comentários
Loading...