Balanço dos Jogos Pan-Americanos 2019

Bruna, Jessica e Carol, que representaram o Brasil no Pan (divulgação)

Os resultados surpreenderam o mundo do tênis de mesa e o Brasil volta com 7 medalhas.
Com a presença do número 6 do ranking mundial, Hugo Calderano, esperávamos 4 medalhas de ouro no Individual Masculino, Equipes, Duplas mistas e masculina.
No feminino, devido as chinesas naturalizadas americanas (atual campeãs) e a melhor atleta das Américas, a porto-riquenha Adriana Diaz, somente o bronze era esperado.
Vieram medalhas de ouro para Calderano no individual e nas duplas masculinas – ele não foi escalado para jogar as duplas mistas – e com todo o favoritismo nas equipes, ficamos com a bronze, ao perdermos na semifinal para os EUA por 3-1.
Gustavo Tsuboi e Eric Jouti, perderam nas duplas e em suas individuais na sequencia, com apenas uma vitória do Calderano, que jogaria mais uma vez no 2 a 2, caso houvesse uma vitória de algum deles. O favoritismo era brasileiro, mas os EUA foram melhores nessa semifinal e logo depois foram campeões.
Já no feminino a grande surpresa foi a vitória brasileira contra os EUA na semifinal.
Caroline Kumahara e Jessica Yamada, perderam nas duplas, dai com duas vitórias de Bruna Takahashi e uma da Jessica no Individual, fechamos por 3-2, virada histórica.
Na final foi um jogo com muitas surpresas e quase demos mais uma virada histórica em cima de Porto Rico.
Perdemos nas duplas novamente com Caroline e Jessica, com o placar a favor de 9-6 no último set. Essa virada gerou um desânimo para a equipe, pois elas acreditavam que a atual campeã pan-americana Adriana Diaz, faria seus dois pontos.
Mas a Bruna de forma surpreendente venceu a Adriana, para recomeçarmos a sonhar que era possível. Em seguida a vitoria da Caroline e a derrota da Jessica para Adriana, resultados esperados, chegamos na decisão, entre Bruna Takahashi e Melanie Diaz.
Com 2-0 para Bruna, ela teve 4 match points para o inédito ouro na modalidade para a equipe feminina do Brasil e acabamos ficando com a prata. Mas foi um excelente resultado para o Brasil.
OURO – Individual (Hugo Calderano), OURO – Duplas (Hugo Calderano e Gustavo Tsuboi)
PRATA – Duplas Mistas (Gustavo Tsuboi e Bruna Takahashi), Equipes (Bruna Takahashi, Jessica Yamada, Caroline Kumahara), BRONZE – Duplas (Bruna Takahashi e Jessica Yamada), Equipe (Hugo Calderano, Gustavo Tsuboi e Eric Jouti), Individual (Bruna Takahashi), totalizando as 7 medalhas.

Comentários
Loading...