Associação Brasileira de Ex-Bolsistas realiza Shinnenkai com cônsul geral e ilusionismo

Cônsul geral do Japão em São Paulo, Yasushi Noguchi, e o mágico Mário Kamia no Shinnenkai (Jiro Mochizuki)
Cônsul geral do Japão em São Paulo, Yasushi Noguchi, e o mágico Mário Kamia no Shinnenkai (Jiro Mochizuki)

Com a presença do cônsul geral do Japão em São Paulo, Yasushi Noguchi, e do ilusionista Mário Kamia, a Associação Brasileira de Ex-Bolsistas do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão – Gaimusho Kenshusei – realizou seu tradicional Shinnekai (Confraternização de Ano Novo) no Restaurante Sapporo (zona Sul de São Paulo) no último dia 22. Atual presidente da associação, Marcelo Shiraishi lembrou que, “de acordo com o horóspoco oriental, 2019 é o ano do javali, o 12º signo, o que quer dizer que estamos num momento de transição, propício para novos planejamentos”.
“Independente da ideologia partidária de cada um, estamos cheios de esperança por novos ares”, disse . Atual diretor de Bolsas e sucessor de Shiraishi na presidência, Jairo Uemura – que também organizou o encontro com os kenshuseis Leandro Hattori e Márcia Nakano – observou que o cônsul carrega o pin da associação, “motivo de orgulho para todos nós”.

(Jiro Mochizuki)
(Jiro Mochizuki)

Por falar em cônsul, Yasushi Noguchi voltou a comentar os acontecimentos que estão – e estarão – em curso tanto no Brasil como no Japão ao longo deste ano. “No Japão, são esperadas muitas mudanças com a abdicação do atual imperador, Akihito, e ascensão do príncipe herdeiro, Naruhito, dando início a uma nova era. Por aqui, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, começou a trabalhar e em seus discursos tem se comprometido a levar adiante a Reforma Previdenciária”, disse o cônsul, que reafirmou sua admiração e carinho pela associação.
Mas quem acabou “roubando a cena” foi o ilusionista Mário Kamia, que todos os sábados de fevereiro, às 18 horas, apresenta o espetáculo O Poder do Ilusionismo no Teatro das Artes do Shopping Eldorado. De uma família de mágicos, Kamia contou com um “assistente” muito especial: o cônsul Yasushi Noguchi, que participou dos números conquistando a seleta plateia formada pelo ministro aposentado do Superio Tribunal de Justiça (STJ), Massami Uyeda; os ex-desembargadores Jô Tatsumi e Kazuo Watanabe, o presidente da Associação Harmonia de Educação e Cultura. Tadayosi Wada e o ex-presidente do Bunkyo, Kihatiro Kita, entre outros.
Edson Kuwabara comandou o brinde.

Comentários
Loading...