63ª edição do Prêmio Paulista de Esportes homenageará destaques na Câmara Municipal

Câmara Municipal de São Paulo recebe Prêmio Paulista de Esportes pelo oitavo ano (arquivo)

Pelo oitavo ano consecutivo, a Câmara Municipal de São Paulo abre suas portas para aquele que é considerado um dos mais tradicionais, importantes e longevos eventos da comunidade nipo-brasileira. Trata-se da cerimônia de entrega do Prêmio Paulista de Esportes, que em 2019 completa 63 anos ininterruptos. E a noite de gala do esporte nikkei já tem data marcada. Será nesta sexta-feira, 9, com a presença de autoridades, dirigentes e representantes da comunidade nikkei.
Idealizado pelo extinto Jornal Paulista – que mais tarde se uniria com outro tradicional jornal da comunidade nipônica, o Diário Nippak, dando origem ao Nikkey Shimbun (em japonês) e Jornal Nippak (em português), que a partir da fusão, em 1998, encaparam a sua realização – o Prêmio Paulista de Esportes, tem como objetivo valorizar e incentivar novos talentos nikkeis e reverenciar o trabalho de dirigentes abnegados que contribuem e contribuíram para a divulgação e preservação das modalidades trazidas pelos imigrantes pioneiros, como o beisebol, judô e karatê, entre outros esportes. Os homenageados são indicados por suas respectivas associações, entidades e clubes.
Já foram homenageados com o Prêmio Paulista de Esportes alguns dos principais nomes do esporte amador brasileiro, entre eles o ex-mesa-tenista e hoje técnico da seleção brasileira feminina de tênis de mesa Hugo Hoyama, que participou de 6 Olimpíadas e 7 Jogos Pan-Americanos – conquistou 15 medalhas em Jogos Pan-Americanos, sendo 10 de Ouro, 1 de Prata e 4 de Bronze – além de 18 participações em Campeonatos Mundiais.
Também já foram homenegados o ex-sumotori Cláudio Ikemori, Campeão Mundial na categoria meio-leve em 2003 e a ex-judoca Vânia Ishii – filha de Chiaki Ishii (primeiro brasileiro a conquistar uma medalha olímpica para o judô, bronze, nos Jogos de Munique, em 1972, e primeiro nikkei a fazer parte do Hall da Fama do COB), além do técnico de futebol Wagner Lopes, brasileiro naturalizado japonês que defendeu a seleção nipônica na Copa do Mundo da França, em 1998.

Honra – Este ano, na categoria Prêmio Especial, destaque para o ex-jogador e hoje comentarista Cesar Sampaio, que durante muito tempo atuou no futebol japonês – de 1995 a 1998 no Yokohama Flugels (onde foi campeão da Supercopa Asiática, em 1995, e da Copa do Imperador, em 1998); em 2002, No Kashiwa Reysol; e de 2003 a 2004 no Sanfrecce Hiroshima.
Outro homenageado que trabalha em prol do desevolvimento do esporte praticado na comunidade é o presidente do Nippon Country Club, de Arujá, Valter Sassaki. Para ele, receber o Prêmio Paulista de Esportes “é uma grande honra”. “Tenho certeza que é também para todos os homenageados. Trata-se do prêmio mais importante e mais antigo da comunidade nikkei, fruto de uma feliz iniciativa do Nikkei Shimbum e Jornal Nippak para homenagear os esportistas e dirigentes nikkeis de destaque em cada ano”, diz Sassaki, que preside a Comissão Organizadora da 24ª Confraternização Esportiva Internacional Nikkei, que será realizada no Brasil em 2020.
“Ser reconhecido com um prêmio tão importante é sempre um incentivo e uma motivação para seguirmos em frente, seja como atleta seja como dirigente”, destaca Sassaki.

Orgulho – Como sempre faz questão de destacar Raul Takaki, presidente do Nikkey Shimbun e Jornal Nippak: “Para alguns, pode parecer uma simples placa, mas podem ter certeza que ela carrega o peso e a tradição de seis décadas. Para nós é motivo de orgulho e uma honra premiar atletas e dirigentes em todos esses anos. Temos sim, orgulho em saber que nenhuma outra premiação chegou tão longe. É uma honra podermos incentivar e valorizar o trabalho de pessoas que dedicaram e continuam dedicando parte de sua vida para manter viva as tradições japonesas através do esporte”, conta Takaki.
Para o vereador Aurélio Nomura (PSDB), importante apoiador do Prêmio, “para nós é novamente um prazer e uma honra receber os organizadores e aqueles que serão homenegados pelo Prêmio Paulista”.

O vereador Aurélio Nomura: “Referência para as novas gerações” (arquivo)

Ápice – “O Prêmio Paulista representa o ápice de todos os esportes praticados pela comunidade nikkei e nos remete àqueles primórdios. Acho que o esporte esteve sempre muito atrelado à imigração japonesa pois, para forjar o caráter, havia a necessidade de você forjá-lo através do esporte. A gente verifica que, muitas vezes, para obter ascensão social, além do estudo, você precisava ter a mente focada para o enfrentamento, tão difícil naqueles momentos. E a gente verifica que o esporte, a atividade e o exercício físico vem sendo desenvolviuo até hoje, haja visto essa festa que nós vamos realizar, que já está na edição de número 63”, explica o parlamentar, acrescentando que “é uma coisa fantástica porque a cada ano surgem novos destaques, o que nos leva a uma posição de destaque e mostra o diferencial que nós temos em relação à sociedade e ao sucesso dos descendentes, que está muito atrelado ao esporte”.

Hatiro Shimomoto: “Valorizo quem pratica esportes” (arquivo)

“E hoje nós vamos estar homenageando não só aqueles atletas que se destacaram no decorrer do ano passado mas também aquelas pessoas que trabalham para o engrandecimento do esporte, muitas modalidades as quais sequer são reconhecidas pelo governo. E o Prêmio procura homenagear todos aqueles que merecem nosso respeito e nossa admiração, além de servir como referencial para as novas gerações”, observa Nomura.
Outro importante apoiador do Prêmio Paulista, o “sempre deputado” e presidente de honra da Confederação Brasileira de Sumô sabe os benefícios da prática do esporte. “Como esportista, valorizo quem pratica esporte para melhorar sua qualidade de vida”, diz Shimomoto.

Homenageados – Este ano, além das modalidades tradicionais, serão concedidos oito Prêmios Especiais.
Confira a relação dos homenegados:
Marilce Mitsue Kawashima Suguiyama (Atletismo); Claudio Kazuhissa Matumoto (Beisebol); Emi Nomura (Golfe); Hatiro Honda (Gueitebol); Oswaldo Cupertino Simões Filho (Judô); Yasuichiro Hasegawa (Kendô); Alice Kimie Nakamura (Kenko Taissô); Cristina Satchko Hodge Bohm (Kobudô); Mituo Nishimoto (Mallet Golf); Luciano Massao Saito (Mallet Golf); Wilson Masao Yamamoto (Park Golfe); Jorge Kinoshita (Rádio Taissô); Marina Mitiko Sato Kushiyama (Rizumu Taissô); Mayra Sayumi Akamine (Softbol); Takehissa Kiyota (Sumô); Jiro Sergio Sakakibara (Tênis de Campo); Makoto Sato (Tênis de Mesa).

Prêmios Especiais: Keiti Fugita (Atletismo); Valter Sassaki (Dedicação ao Esporte Amador); Chuken Matsudo (Judô); Masaru Yanagimori (Judô); Issao Kagohara (Sumô); Roberto Yoshio Akiyama (Golfe); Kunio Yoshida (Shogui) e Cesar Sampaio (Futebol/Japão).
Uma realização do Nikkey Shimbun e Jornal Nippak, o Prêmio Paulista de Esportes conta com apoio do Governo do Estado de São Paulo, Prefeitura da Cidade de São Paulo e Vereador Aurélio Nomura e patrocínio da King Contabilidade, Dr. Kenji Kiyohara, Hospital Santa Cruz e Enkyo.

63º PRÊMIO PAULISTA DE ESPORTES
Quando: Dia 09 de agosto, a partir das 19 horas
Onde: Salão Nobre da Câmara Municipal de São Paulo (Viaduto Jacareí, 100 – 8º andar)
Informações pelo telefone: 11/3340-6060

Comentários
Loading...