13º Bunka Matsuri supera expectativas dos organizadores

(Aldo Shiguti)
(Aldo Shiguti)

Realizado no último final de semana (25 e 26), nas dependências do Bunkyo – Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social – no bairro da Liberdade, em São Paulo, o 13º Bunka Matsuri – Festival da Cultura Japonesa – recebeu um público de 18.500 pessoas – segundo estimativas dos organizadores. O número supera a edição do ano passado, quando cerca de 13 mil visitantes passaram pelo local.
Com uma programação que teve início no dia 22, com a realização do Jantar das Gerações no Buffet Colonial, o evento deste ano apresentou como tema o Legado: Brasil, Japão e Eu. A ideia, segundo a coordenadora geral do evento, Carla Okubo, era fazer com que as pessoas refletissem sobre os valores deixados pelos antepessados e se conscientizassem sobre esse legado. “Conscientizando a gente propaga”, conta Carla, lembrando que, no início, relutou para aceitar a coordenação doevento, mas acabou mudando de ideia após uma viagem de intercâmbio que fez ao Havai no ano passado, quando teve oportunidade de visitar o museu local e conhecer os 12 valores cravados numa pedra que servem de pilares de orientação para os descendentes de japoneses no Havai – que já se encontram na oitava geração.
“Tudo acabou conspirando para que acontecesse desta forma”, disse Carla, que considerou o evento “muito positivo”.
Quem foi certamente não se arrependeu. O evento ocupou praticamente todas as instalações do Bunkyo, incluindo o Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil. Recém-reformado, sétimo, oitavo e nono andares receberam 2.850 pessoas – número bem superior ao registrado em 2018 – que, ajudadas pelos escoteiros do Grupo Caramuru, puderam conhecer um pouco mais sobre a trajetória dos imigrantes no Brasil.
Também fizeram parte da programação oficinas, workhops e exposições. Pelo palco do Grande Auditório passaram cantores como Joe Hirata e Angelaisa Gote, grupos de dança, de taikô e o inédito Yosakoi Bunka Festival.

Festival Yosakoi foi uma das novidades da programação do 13º Bunka Matsuri (Facebook/Marcelo Hideshima)
Festival Yosakoi foi uma das novidades da programação do 13º Bunka Matsuri (Facebook/Marcelo Hideshima)

Na praça de alimentação, além dos tradicionais pratos da culinária japonesa, o público pode se deliciar com a alta gastronomia dos restaurantes Aizomê, Tan Tan Noodle Bar, Jojo Ramen, Izakaya Matsu e do chef pãtissier César Yukio.
Para o vereador Aurélio Nomura (PSDB), a 13ª edição é uma constatação de que o Bunka Matsuri realmente entrou no calendário de eventos de São Paulo com louvor e aplauso.”Importante é que, através desse evento.que valoriza e enaltece a cultura, também nos faz relembrar os pioneiros que plantaram os valores desse legado de virtudes, que no momento de instabilidade e dificuldades que enfrentamos, devem ser enaltecidos, pois, deve servir de base para a virada, a mudança que tanto almejamos para o nosso país”, destacou Nomura.

Henry Nakaya (com a coordenadora Carla Okubo) foi homenageado (Jiro Mochizuki)
Henry Nakaya (com a coordenadora Carla Okubo) foi homenageado (Jiro Mochizuki)

Abertura – Na cerimônia de abertura, que contou com a presença do presidente do Bunkyo, Renato Ishikawa, da cônsul para Assuntos Políticos e Gerais, Reiko Nakamura, o vereador Aurélio Nomura, o presidente da Câmara de Comércio e Indústrai Japonesa do Brasil, Toshifumi Murata e o vice-presidente do Kenren (Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil), José Taniguti,entre outros, foram homenageados o empresário Henry Nakaya, da Sakura; Marcelo Hideshima (que presidiu o primeiro Bunka Matsuri) e o presidente da Fundação Kunito Miyasaka e do Instituto Brasil-Japão de Integração Cultural e Social, Roberto Nishio.

Renato Ishikawa, presidente do Bunkyo (Jiro Mochizuki)
Renato Ishikawa, presidente do Bunkyo (Jiro Mochizuki)

Shinzo Abe – Renato Ishikawa parabenizou a equipe de voluntários “que se engajaram para transmitir o que a cultura japonesa tem de melhor”. “A força desses jovens nos deixam esperançosos. Vamos em frente que o trabalho está apenas começando”, destacou Ishikawa, que terminou sua fala citando trecho do discurso do primeiro-ministro Shinzo Abe sobre a diplomacia japonesa para a América Latina e Caribe durante a sua visita a São Paulo, em agosto de 2014 – “Progredir juntos, liderar juntos e inspirar juntos”.

Reiko Nakamura (Jiro Mochizuki)
Reiko Nakamura (Jiro Mochizuki)

Representando o cônsul geral do Japão em São Paulo, a cônsul Reiko Nakamura felicitou os organizadores pela escolha do tema e observou que o Bunka Matsuri proporciona uma imersão da cultura tradicicional com a cultura japonesa através da gastronomia e workshops contribuindo para que os visitantes possam vivenciar uma experiência real, fortalecendo ainda mais os laços de amizade entre o Brasil e o Japão.
E lembrou que, neste ano “celebramos a ascensão do novo imperador do Japão e o início da nova era Reiwa”. “O significado de Reiwa é ‘Bela Harmonia’. Com base nisso, espero que a cultura japonesa se desenvolva aqui em São Paulo aproximando harmoniosamente os brasileiros e os japoneses, contribuindo para o enriquecimento cultural da sociedade brasileira”, destacou Reiko Nakamura.

Comentários
Loading...