Torneio Brasileiro Oshosen: “Shôgui é briga!”

O campeão Roberto Takashima
O campeão Roberto Takashima

Takashima, de Belém, foi o grande campeão; 40 jogadores se reuniram de todo o Brasil

Conhecido por ser amante de shôgui, o embaixador Yamada enviou uma mensagem especialmente para o evento

O jornal Nikkey Shimbun – presidido por Raul Takaki – e a Associação Brasileira de Shôgui – presidida por Kunio Yoshida – realizaram em conjunto, no dia 22 de abril, no salão da associação, no bairro da Liberdade, em São Paulo, o 46º Torneio de Shôgui Oshosen. Quarenta jogadores vieram do Brasil inteiro para participar e o grande vencedor foi Roberto Takashima (64 anos). O torneio foi realizado em homenagem aos 110 anos da imigração japonesa ao Brasil e na cerimônia de abertura foi lida uma mensagem de congratulações do embaixador do Japão no Brasil, Akira Yamada. Além do Torneio principal, nos dias 21 e 22, a Associação de Shôgui promoveu eventos paralelos de popularização do jogo, reunindo cerca de 150 participantes, um número equivalente às melhores fases da associação durante a década de 1970.

Jogadores concentrados na disputa
Jogadores concentrados na disputa

O torneio começou às 10 da manhã e a grande final foi realizada por volta das 17 horas. Quem conseguiu passar pelas 9 partidas – 7 partidas classificatórias em forma de liga e mais 2 partidas eliminatórias em forma de torneio – foram o presidente Yoshida, que registra 12 vitórias nos campeonatos anteriores promovidos pela associação, e Roberto Takashima, que possui 7 vitórias no currículo. Ambos possuem um estilo de jogo mais ofensivo e muitos se aglomeraram ao redor do tabuleiro para acompanhar o intenso embate.

“Shôgui é igual à briga! Se levar um soco, é preciso revidar com um soco mais forte, senão não ganha! Se vacilar ou chorar, será derrubado no instante seguinte!”. Normalmente, Takashima é uma pessoa cordial e amistosa, mas quando se trata de shôgui, a fala muda para um tom mais agressivo. Durante seus jogos, nos momentos decisivos, o barulho das peças que movimentam energicamente sobre o tabuleiro ecoa pelo salão. As jogadas de Takashima têm reputação de serem glamourosas como os festivais aguerridos do Japão.

O presidente Yoshida foi quem deu início à partida. O fu (peão) da frente do hisha (torre) se adiantou num movimento de abertura ibisha (torre estática). Takashima revidou em mukai bisha (torre oposta) e avançou as peças devagar e cuidadosamente. Na fase intermediária do jogo, o presidente Yoshida arremeteu seu gin (general de prata) agilmente assim que encontrou uma brecha na formação de Takashima.

Takashima precisou se controlar pacientemente em meio à ofensiva do presidente Yoshida que atacava barrando o avanço das peças. Com o tempo, Takashima percebeu que o alvo de Yoshida era seu hisha. Depois de usá-lo para atrair ao máximo toda a força do presidente Yoshida, iniciou uma contrainvestida suicida de “é tudo ou nada”. Sacrificou o hisha para, em troca, tomar o gin e o keima (cavalo) do oponente. Imediatamente arremeteu toda a força no campo inimigo e pôs o rei de Yoshida em xeque-mate.

Na hora da premiação, Takashima expressou sua alegria pela vitória e agradeceu a todos os outros participantes. Ao ser questionado sobre o que espera do Torneio Meijinsen a ser realizado em agosto, Takashima respondeu esperançoso: “Escutei falar que o embaixador Yamada, não só é dedicado na difusão do shôgui, mas também é um bom jogador. Ficarei muito feliz se puder enfrentá-lo alguma vez”.

Listamos abaixo o nome dos vencedores por categoria: 【Primeiro e Segundo Dan】 Bruno Miura;【Terceiro Dan】Hiroshi Kojima;【Quarto Dan】Kiyoshi Tateiwa.

 

Na sala de aula de shôgui foi preparado um tabuleiro grande e uma tabela de movimentos das peças feita à mão
Na sala de aula de shôgui foi preparado um tabuleiro grande e uma tabela de movimentos das peças feita à mão

Uma nova e bem-sucedida jogada na Sociedade Nikkei; 150 pessoas reunidas em evento de shôgui

Os preparativos estão em andamento. O objetivo é difundir a cultura

Como parte das atividades de difusão da cultura do shôgui, a Associação Brasileira de Shôgui (presidente Kunio Yoshida) organizou eventos de popularização nos dias 21 e 22 de abril, atraindo 150 participantes. Colaboraram aqui, o jornal Nikkey Shimbun (diretor presidente Raul Takaki), a Embaixada Japonesa no Brasil em Brasília (embaixador extraordinário e plenipotenciário Akira Yamada) e as organizações nikkeis com interessem em promover a cultura do shôgui.

Durante sua fase áurea, na década de 1970, a Associação Brasileira de Shôgui teve mais de 1500 associados. Eles eram imigrantes japoneses, em sua maioria, mas, atualmente, devido à evasão por causa da idade, o número caiu para cerca de 30.

O Campeonato da Juventude
O Campeonato da Juventude

A Associação tenta difundir a prática do shôgui ocupando um estande dentro do Festival do Japão promovido pela Federação das Associações de Província do Japão no Brasil (Kenren) ou as salas de aulas de xadrez para crianças, do vice-presidente James M. Toledo, mas o número de associados não cresce, aumentando o temor pela descontinuação da Associação.

No final do ano passado, o diretor presidente Raul Takaki do jornal Nikkey Shimbun anunciou: “O shôgui é uma cultura maravilhosa, própria do Japão. É preciso impedir que ela se perca do Brasil, popularizando-a mais” e se ofereceu para colaborar junto com a Associação Brasileira de Shôgui para, em conjunto, promover os torneios de shôgui como parte dos eventos de comemoração dos 110 anos da imigração japonesa no Brasil.

O pedido de colaboração foi encaminhado pelo jornal Nikkey Shimbun a diversas entidades e assim foi obtida a adesão da Embaixada do Japão no Brasil, do Centro de Informação e Apoio ao Trabalhador no Exterior (CIATE), da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social (Bunkyo), da Aliança Cultural Brasil-Japão, da editora JBC, da livraria Sol, da livraria Fonomag, da Akashiya Shokai, e de outros comércios da região da Liberdade. Os colaboradores emitiram mensagens por SNS e colaram pôsteres na frente das lojas.

Esta atividade publicitária foi bem sucedida e 50 crianças participaram do Campeonato da Juventude Oshosen que foi realizado no dia 21. No Torneio Brasileiro Oshosen, do dia 22, participaram 40 pessoas, além de mais 60 na sala de aula para iniciantes. O secretário da embaixada, Shinya Fujiwara, veio de Brasília para participar do Torneio Oshosen, além de ter trazido a mensagem de congratulações do embaixador Yamada, dando o tom oficial como um evento ligado às comemorações dos 110 anos da imigração.

A sala de aula para iniciantes foi organizada pela primeira vez e, no início, a expectativa era de reunir aproximadamente 30 participantes, mas graças o recente interesse pelo jogo despertado pela fama do jovem jogador profissional de sexto dan, Sota Fujii, e pela moda de histórias e quadrinhos e animações que tem o shôgui como tema, vieram 60 participantes, 30 de famílias de expatriados e 30 interessados pela cultura japonesa.

O evento ajudou a aumentar um pouco o quadro de associados porque alguns destes iniciantes resolveram se inscrever. Há interessados pedindo para que as salas de aula tenham continuidade e a Associação Brasileira de Shôgui está se preparando para abrir o curso regularmente.

Em agosto, a previsão é de realizar o Torneio Brasileiro Meijin e o jornal Nikkey Shimbun está preparando novos projetos para dar continuidade à parceria que promove a cultura do shôgui no Brasil. As empresas, organizações e pessoas físicas em geral interessados em promover a cultura do shôgui, favor entrar em contato com o diretor presidente Takaki.

Comentários
Loading...