POLÍTICA: Bolsonaro visita o Japão para conhecer educação e inovação

Pré-candidato à Presidência da República e apontado pelas pesquisas como um dos favoritos à sucessão de Michel Temer (PMDB), o deputado federal Jai Bolsonaro (PSL-RJ) esteve no Japão com o objetivo de conhecer o sistema educacional daquele país. Batizada de “Missão Ásia – Educação/Inovação”, a comitiva – integrada pelos filhos Eduardo Bolsonaro (deputado federal pelo PSL-SP), Flavio Bolsonaro (deputado estadual pelo PSL do Rio de Janeiro) e Carlos Bolsonaro (vereador pelo PSL do Rio de Janeiro), além dos deputados federais Onyx Lorenzoni (DEM-RS) e Luiz Nishimori (PR-PR),– passou ainda por Seul (Coreia do Sul), e por Taipei (Taiwan).

Jair Bolsonaro visita o Japão para conhecer sistema educacional. Foto: divulgação

No Japão, a comitiva se reuniu com a comunidade brasileira residente em Hamamatsu, na província de Shizuoka, e de Oizumi, na província de Gunma. Hamamatsu atualmente é a cidade que concentra o maior número de brasileiros. Já Oizumi, a quarta maior cidade japonesa com presença de brasileiros, concentra um grande pólo industrial e uma avenida central que oferece produtos e serviços para brasileiros.

Em Hamamatsu, Bolsonaro se reuniu com comunidade brasileira e respondeu a várias perguntas. Foto: divulgação

A comitiva também visitou o Ministério da Educação, Ciência e Inovação do Japão e a Keidanren, a congênere japonesa da CNI (Confederação Nacional das Indústrias), onde Bolsonaro falou para executivos. “E também participamos de um jantar oferecido pelo embaixador do Brasil no Japão, André Aranha Corrêa do Lago”, disse Nishimori, afirmando que “desta vez não fomos recebidos por nenhum político japonês”.

Jair Bolsonaro com o deputado federal Luiz Nishimori. Foto: divulgação

Segundo Nishimori, em Hamamatsu, Bolsonaro foi recepcionado por cerca de 300 pessoas. “Fiz a abertura e ele deu uma palestra. Também ouviu e respondeu a muitas perguntas”, destacou o parlamentar, acrescentando que ficou admirado com a “força que Bolsonaro tem no Japão”. “Senti que as pessoas querem mudar e o Bolsonaro, a sua maneira, fala o que as pessoas querem ouvir. Acredito que por isso ele está conquistando cada vez mais admiradores”, disse Nishimori, afirmando que não acompanhou a comitiva à Coreia do Sul e Taiwan. “Fiquei no Japão para conversar com algumas empresas japonesas interessadas em participar das comemorações dos 110 Anos da Imigração Japonesa no Paraná”, destacou Nishimori, explicando que acompanhou Bolsonaro “atendendo um pedido como presidente do Grupo Parlamentar Brasil-Japão”. “A viagem foi muito produtiva e descobrimos mais uma pessoa que admira o Japão”, finalizou.

Bolsonaro no Japão. Foto: divulgação
Comentários
Loading...