Honda doa produtos para Comissão dos 110 Anos; rifa começa a ser vendida a partir de segunda-feira

Depois da Toyota – que doou um Prius para ser sorteado – desta vez foi a Honda do Brasil que entregou à Comissão das Comemorações dos 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil um Civic Touring – modelo top de linha (com preço a partir de R$ 124.900,00) –, uma scooter PCX e um gerador EU 10. Os produtos serão revertidos para uma rifa e o valor arrecadado contribuirá para a realização da cerimônia oficial das comemoração dos 110 anos da imigração japonesa no Brasil – marcado para o dia 21 de julho, durante o 21º Festival do Japão – bem como para obras de ampliação do Centro Esportivo Kokushikan Daigaku, em São Roque (SP). Os bilhetes, num total de 25 mil, começarão a ser vendidos a partir desta segunda-feira, 9, ao preço de R$ 35,00 cada um. A extração será pela loteria federal do dia 7 de julho.
A cerimônia de entrega foi realizada no último dia 29 e contou com a presença do diretor executivo da Honda South America, Paulo Shuiti Takeuchi, da presidente da Comissão para Comemoração dos 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil, Harumi Goya – que também preside o Bunkyo – Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social –, do presidente do Comitê Executivo da Comissão, Yoshiharu Kikuchi, da cônsul geral adjunto do Consulado Geral do Japão em São Paulo, Hitomi Sekiguchi e do presidente da Fundação Kunito Miyasaka, Roberto Nishio, entre outros.

Desafios – Em seu discurso de agradecimento, Harumi Goya lembrou que, em meados do ano passado, quando foram iniciados os preparativos para as comemorações dos 110 anos, “sabíamos que os desafios eram imensos, principalmente na área de captação de recursos”. Fato que, segundo ela, não impediu que a Comissão “sonhasse em organizar uma comemoração condigna à memória de nossos pioneiros, uma solenidade que expressasse não somente alegria, como também a riqueza e exuberância da cultura japonesa que cultivamos em nossa terra”.
Goya disse ainda que “sonhamos com com a visita de algum membro da família imperial para abrilhantar nossas festividades”. “Embora não tenhamos a confirmação oficial, é seguro que a princesa Mako, neta mais velha do imperador Akihito, estará participando dos eventos”.
Segundo ela, na fase de planejamento, mais do que sonho, “nosso propósito se agigantou diante da necessidade de criar um legado dos 110 anos – algo que, nos próximos anos pudesse ser usufruído não somente pela comunidade nikkei, mas por toda a sociedade brasileira”. “Nesse sentido, nosso objetivo está focado no projeto de sustentabilidade do Centro Kokushikan Daigaku em São Roque, propriedade que é mantida pelo Bunkyo onde, anualmente, realiza-se o Festival das Cerejeiras”, explicou, acrescentando que “com esses projetos a realizar, passamos a visitar empresas e empresários, amigos e entidades em busca de apoio, em busca de recursos”.

Confiança – Ao finalizar, Harumi Goya ressaltou a importância da cerimônia protagonizada pela Honda que, “com a doação de seus produtos, possibilitará a concretização desse projeto comemorativo”. “Podemos dizer, sem medo de errar, que a Honda sempre foi uma empresa que prestigia e apoia os eventos de nossa comunidade. E assim, sentimos uma profunda gratidão quando fomos prontamente atendidos ao solicitar apoio para a comemoração dos 110 anos”, afirmou ela.
Ao Jornal Nippak, Goya contou ainda uma passagem, no mínimo engraçada, em que o executivo da Honda, ao explicar que além do carro doaria também uma scooter, provocou espanto do presidente do Comitê Executivo, que por pouco não recusou a oferta, assustado com a generosidade. “Isso é uma sinal de confiança e demonstra o valor que a Honda deposita na comunidade nikkei e na imigração japonesa no Brasil”, afirmou Harumi.

Sonho de consumo – Paulo Takeuchi destacou o significado da doação. “Sabemos da importância de se apoiar todo esse trabalho que está sendo realizado nesses 110 anos. Então, nós queremos que esses prêmios possam atingir esses objetivos, que é poder vender bastante e ter mais gente participando, que é realmente o mais importante para a festa de julho. É com muita alegria que nós damos esses prêmios esperando que possam incentivar a venda de muitas rifas”, explicou Takeuchi, acrescentando que “são três produtos que certamente agradarão em cheio a quem ganhar”.
“O Civc Touring é o topo da categoria e vem despertando uma emoção de se dirigir através de seu motor, que é turbo. É um sonho de consumo de muita gente, especialmente entre os jovens. Já a scooter é um grande sucesso, principalmente nas áreas urbanas. Trata-se de um meio de transporte muito ágil e econômico e também muito utilizado pelo público feminino. E, por fim, o gerador, que tem mil watts de potência e é muito útil nos dias de hoje, nesses tempos de apagões. Numa emergência você pode estar ligando lâmpadas, uma TV e até uma geladeira evitando assim que os produtos se estraguem.”, destacou Takeuchi, afirmando que o Civic é o segundo modelo mais vendido na categoria sedã e a previsão para este ano é de um “um leve crescimento em relação às vendas em relação ao ano passado, em torno de 5 a 7%.”.

Outros prêmios – Além dos três produtos doados pela Honda – o Civic será o 1º prêmio, a scooter o 2º e o gerador o 3º – a Comissão sorteará ainda um TV de 40 polegadas da Panasonic e um celular da Sony – esses dois últimos doados pela Fast Shop.
(Aldo Shiguti)

Comentários
Loading...